Dicas especiais para ficar bela e segura durante a gestação

12/10/2017

A gestação é um dos períodos mais emocionantes e especiais da vida de uma mulher. Porém, junto com toda a mudança fisiológica decorrente da gravidez, surgem alterações inestéticas bastante comuns nessa fase, como as estrias, celulite (FEG), edemas, melasmas, acne, entre outras.

É normal que a futura mamãe também se preocupe em manter a beleza em dia. Mas, para cuidar de si mesma e do bebê, deve sempre optar por produtos cosméticos que não apresentem compostos considerados prejudiciais e que podem acarretar em prejuízos para o desenvolvimento do feto.

Primeiramente, vale ressaltar a importância de se evitar cosméticos e produtos de higiene e beleza com xenobióticos, como parabenos, propilenoglicol, liberadores de formol, triclosan, óleo mineral e derivados de petróleo, entre outros.

Esses compostos químicos são bastante polêmicos e existem diversos estudos realizados em universidades renomadas que sugerem que essas substâncias são disruptores endócrinos, muitos são alérgenos e outros potencialmente cancerígenos.

Confira algumas reportagens sobre esses estudos aqui: “Da diabetes ao câncer: quais são os itens do dia a dia que alteram seus hormônios silenciosamente” e “Sabonete líquido pode prejudicar a saúde”.

https://g1.globo.com/bemestar/noticia/da-diabetes-ao-cancer-quais-sao-os-itens-do-dia-a-dia-que-alteram-seus-hormonios-silenciosamente.ghtml

https://super.abril.com.br/blog/cienciamaluca/sabonete-liquido-pode-prejudicar-a-saude/

Porém, alguns ativos que têm comprovada eficácia e que são bastante utilizados nos cosméticos também devem ser evitados pelas gestantes. Conheça alguns deles:

Hidroquinona – é utilizada em cremes clareadores e tem alta absorção sistêmica (que pode atingir o sangue), cerca de 35%, podendo ocasionar má formação do bebê. Não deve ser utilizada por gestantes.

Ureia – pode ultrapassar a placenta, prejudicando a formação e crescimento do feto. Mulheres grávidas podem usar cosméticos com este ativo, mas somente em concentração máxima de 3%. A Anvisa determina que produtos com ureia em concentração acima de 3% tenham a inscrição: “Não utilizar durante a gravidez”. Por isso é necessário prestar atenção aos rótulos.

Cânfora – pode ser tóxica e causar defeitos no feto e até mesmo abortos. Não utilize produtos com concentração que exceda 0,15%.

Retinoides tópicos (ácido retinóico, retinol, adapaleno e retinaldeido) – Para o uso durante a gravidez, deve-se consultar um médico e ter sua liberação. Os retinoides orais (Isotretinoína e Roacutan) são totalmente contraindicados pois podem causar uma série de más-formações no feto. Porém, os de uso tópico são de pouca absorção sistêmica, mas mesmo assim é importante ter a liberação do médico.

Ainda alguns outros tratamentos estéticos devem ser evitados pelas grávidas, como aplicação de toxina botulínica, tratamentos com laser, corrente russa, ultrassom, eletrolipólise, radiofrequência, microcorrente, alta frequência, endermologia, intradermoterapia, carboxiterapia, alguns peelings (devido ao tipo de ácido), maquiagem definitiva, e outros.

Fontes:
https://www.vix.com/pt/bdm/bebe/produtos-proibidos-para-gravidas-6-principios-ativos-para-abolir
https://claudia.abril.com.br/beleza/conheca-os-produtos-de-beleza-que-gravidas-devem-evitar/#
http://idaduarte.com.br/page_38.html
http://www.blogdamaecoruja.com.br/cosmeticos-o-que-posso-ou-nao-usar-na-gestacao/
http://www.pediatradofuturo.com.br/cosmeticos-e-beleza-durante-a-gravidez/
https://estilo.uol.com.br/noticias/redacao/2012/07/10/saiba-quais-tratamentos-e-produtos-de-beleza-sao-permitidos-para-gestantes.htm

Este material é de autoria de Buona Vita e está protegido sob a Lei de Direitos autorais. A sua reprodução total ou parcial é permitida, desde que na sua forma original sem qualquer tipo de adulteração ou alteração, sendo obrigatório a citação do nome do autor, sua obra e fonte de veiculação. O descumprimento destas condições ensejará ao infrator as penalidades cíveis e criminais cabíveis.

Outubro Rosa e com cosméticos livres de xenobióticos

05/10/2017

No Outubro Rosa, mês de prevenção ao câncer de mama, busque o que é mais seguro o ano todo para cuidar da beleza e da saúde: cosméticos livres de xenobióticos

No mês de outubro, o país inteiro veste o “rosa” em referência à campanha que busca enfatizar a importância da detecção precoce do Câncer de Mama, ação que ficou conhecida como Outubro Rosa. E esse assunto é tão sério que, além de reforçar a importância do autoexame para prevenir a doença, também vale o alerta sobre reduzir a exposição a fatores de risco. E aí entra a questão de fazer escolhas mais seguras e conscientes, por exemplo, quanto ao uso de cosméticos, que devem sempre ser livres de xenobióticos.

Xenobióticos são compostos estranhos ao organismo humano e que podem acarretar sérios prejuízos à saúde, pois têm ação nociva sobre as células, por isso deve-se evitar produtos que contenham essas substâncias em sua composição. Infelizmente eles podem ser encontrados em vários produtos que utilizamos no nosso dia a dia, incluindo cosméticos de tratamento, produtos de beleza e de higiene pessoal, fármacos e até em alguns alimentos. E você só vai descobrir isso se ficar de olho no rótulo, buscando sempre a lista de ingredientes. Entre os mais conhecidos que podem estar presentes em cosméticos estão os conservantes parabenos, liberadores de formol, óleo mineral, parafina e propilenoglicol.

Os conservantes liberadores de formaldeído são considerados tão sensibilizantes e causadores de irritação quanto o próprio formaldeído (formol), de uso proibido no Brasil e identificado como tendo potencial cancerígeno. No caso do propilenoglicol, a principal ocorrência é dermatite de contato. Já o uso do óleo mineral resulta em difícil absorção de nutrientes pela pele, causando tamponamento, além de ser altamente comedogênico (acneico), ocasionando obstrução dos poros e aumento da sensibilidade cutânea. No caso dos parabenos, eles apresentam características estrogênicas, ou seja, agem no organismo como se fossem o estrogênio, um hormônio feminino. Ao serem aplicados na pele, podem ser absorvidos pelo corpo, provocando desregulação endócrina. Muitos estudos mostram a ação nociva dessas substâncias, mas, na dúvida, opte pelo que é mais seguro: Bases Biocompatíveis, livres de xenobióticos.

Então, vale a pena lembrar: exames preventivos são um cuidado que vale para a vida toda. O uso de cosméticos seguros também.

#outubrorosa
#semxenobióticos
#cosmeticoslivresdexenobióticos

Este material é de autoria de Buona Vita e está protegido sob a Lei de Direitos autorais. A sua reprodução total ou parcial é permitida, desde que na sua forma original sem qualquer tipo de adulteração ou alteração, sendo obrigatório a citação do nome do autor, sua obra e fonte de veiculação. O descumprimento destas condições ensejará ao infrator as penalidades cíveis e criminais cabíveis.

 

Cuidados para ter um olhar sempre radiante

28/09/2017

Confira algumas dicas de cuidados especiais para manter a beleza e a saúde da uma região bem delicada da face, que é a área dos olhos

Dizem que os olhos são o espelho da alma. E não é à toa, pois um olhar pode dizer muito sobre uma pessoa, seus sentimentos e emoções.

Quem nunca ficou com medo ao ver o olhar de desaprovação da mãe, enquanto se fazia alguma estripulia?

Ou então, quem nunca sentiu borboletas no estômago ao encontrar o olhar de uma pessoa querida?

Facilmente encontramos diversas técnicas para o embelezamento do olhar, como design de sobrancelhas, alongamento e coloração permanente de cílios, micropigmentação, além de maquiagens que ajudam a destacar os olhos e a corrigir imperfeições.

Mas, para manter um olhar bonito e saudável, também deve-se levar em conta cuidados com algumas alterações inestéticas, que podem deixar a aparência dos olhos cansada e triste.

Dentre elas destacam-se as olheiras, que podem ter diversas causas, como fatores hereditários, excesso de pigmentação, bolsas de gordura, bem como a falta de descanso e poucas horas de sono.

Outra alteração inestética facial na região dos olhos que preocupa muitas mulheres e homens são as linhas de expressão, popularmente conhecidas como pés de galinha, e que aparecem geralmente quando sorrimos.

Elas se desenvolvem devido à atividade muscular, que está ligada com os movimentos da face, juntamente com o processo de envelhecimento e a flacidez da pele.

Para minimizar o surgimento das ruguinhas é preciso investir em tratamento precoce, cuidando da exposição solar em excesso, utilizando sempre o protetor solar e óculos de sol quando a luminosidade estiver muito forte, evitando o tabagismo e mantendo a pele sempre bem hidratada.

Porém, para quem já apresenta sinais de expressão nas áreas dos olhos ou tem olheiras, o correto é realizar um tratamento tópico, com cosméticos livres de xenobióticos (parabenos, óleo mineral, propileglicol, entre outros) como o creme de tratamento Radiance.

Este cosmético reduz rugas e linhas de expressão, diminui aparência de bolsas e clareia olheiras. Tem em sua composição ativos que estimulam fibroblastos, responsáveis pela síntese de novas fibras de colágeno e elastina e também ativos despigmentantes, tais como: Ácido kójico vetorizado, Cafeisilane C, Extrato de arnica, Haloxyl, Raffermine e Pentacare-NA.

Exclusivo para homens, o creme Área dos olhos, melhora a aparência geral dessa região, e também contém ativos despigmentantes e que estimulam a produção de colágeno e elastina, tratando problemas como flacidez, rugas e olheiras.

O sérum preenchedor 4D  proporciona preenchimento de linhas de expressão e rugas e é indicado para a área dos olhos, além de lábios e outras regiões da face. Contém ativos em alta concentração e sem adição de água, entre eles 4 ácidos hialurônicos de diferentes pesos moleculares (Hyaloveil, Hydromanil, Hyalurosan e Epidermosil).

As máscaras faciais da linha B. Mask Chroma, ainda são fortes aliadas nos protocolos profissionais para área dos olhos. Elas possuem em sua composição ácido hialurônico, pó de pérola e extrato de Tremella Fuciformis. São indicadas para tratamentos de rejuvenescimento, hidratação, revitalização, uniformidade de tom e controle de oleosidade. Podem ser associadas à Ledterapia (porém o LED deve ser utilizado antes ou após a utilização da máscara, e não durante, pois a mesma tem efeito oclusivo).

Gostou da nossa dica? Então siga e acompanhe!

Página 1 de 7212345...102030...Última »