Tratamento para estrias com Fatores de Crescimento.

16/09/2019

Tratamento para estrias com fatores de crescimento.

Conheça esse eficiente tratamento para estrias.

Dentro da cosmetologia, os fatores de crescimento podem ser utilizados para diversos tratamentos estéticos, como para calvície, cicatrizes de acne, pós-operatório e outros. Dentre todos estes, talvez o mais conhecido seja o tratamento para estrias.

Como funcionam os fatores de crescimento?

Também conhecidos como GF (Growth Factor), os fatores de crescimento são grupos de proteínas que já estão em nosso corpo, e eles possuem funções importantes no nosso tecido. Agindo diretamente nas células, os fatores de crescimento são responsáveis pela reparação celular e a regeneração do tecido. Portanto, essas proteínas são capazes de potencializar a comunicação entre as células.

Quando sofremos uma lesão, como um corte na pele, acontece uma interrupção de células que antes estavam conectadas. Os fatores de crescimento aceleram o processo de cicatrização pois forçam a comunicação entre as células que, no momento do machucado, foram separadas.

Assim, fica muito claro a indicação dos fatores de crescimento para momentos pós-operatórios, por exemplo.

Tratamento para estrias.

As estrias, tão temidas principalmente pelas mulheres, também podem ser tratadas com a aplicação de fatores de crescimento.

As estrias são lesões sofridas pela pele. Quando a pele sofre o que chamamos de estiramento, ou seja, ela é forçada a esticar mais do que aguenta, pequenas falhas aparecem.

As estrias atingem principalmente mulheres, devido à gestação, por que a pele da região do abdômen exige muito elasticidade nessa época.

Outros fatores que podem causar as estrias é o aumento brusco e repentino de peso, e a genética.

As estrias podem ser evitadas com uma hidratação profunda e mantendo a saúde da pele em dia. Cosméticos com ativos hidratantes e que fornecem maior elasticidade para a pele são muito bem-vindos.

No entanto, aqui vamos falar sobre o momento em que as estrias já apareceram na pele.

Existem dois tipos de estrias: as vermelhas e as cicatrizadas.

Estrias vermelhas.

Tratamento para estrias usando fatores de crescimento.

É o primeiro estágio da estria, e também o mais fácil de ser tratado. Como neste estágio, a estria ainda está em um processo inflamatório, é mais fácil de tratar e conseguir reverter todo o processo.

Aqui, a estria adota uma tonalidade vermelha ou roxa.

Estrias brancas.

As estrias brancas são as mais antigas, e que já alcançaram o processo de cicatrização. Como elas não apresentam mais um processo inflamatório, são mais difíceis de tratar, e o que pode ser alcançado é a melhora da aparência da pele.

Microagulhamento e tratamento para estrias.

Tratamento para estrias com microagulhamento. O tratamento com fatores de crescimento pode ser feito com aplicação de cosméticos tópicos. Mas os resultados serão potencializados se os ativos alcançarem camadas mais profundas da pele. E é aí que entra o microagulhamento.

O microagulhamento é uma técnica que utiliza um equipamento com microagulhas sobre a área de tratamento. Esta técnica pode ser utilizada para dois objetivos.

As microagulhas causam pequenas fissuras na pele, que precisa se regenerar para cobrir estas microlesões. Este processo, portanto, faz com que a pele produza mais colágeno e elastina, auxiliando no rejuvenescimento da pele.

As microagulhas também podem auxiliar a abrir caminho para camadas mais profundas da pele. Mas por que isso é importante?

Quando aplicamos um cosmético em nossa pele para tratar uma alteração inestética, a nossa pele absorve o cosmético. Mas parte do ativo de tratamento fica pelo caminho, não alcançando as partes mais profundas da pele. Enquanto isso, o microagulhamento cria um caminho até esta parte mais profunda, e uma quantia maior de ativos consegue chegar até o local de tratamento. Os resultados são mais eficazes e são notados mais rapidamente.

Tratamento para estrias com microagulhamento e fatores de crescimento.

O tratamento utiliza o microagulhamento e cosméticos com fatores de crescimento para reduzir ou melhorar a aparência da estria. Conheça o protocolo para tratamento de estrias.

1. Utilize o Sabonete Bio White.

O Sabonete Bio White indicado para todos os tipos de pele, acelerando a descamação natural da pele. Desobstrui os poros e remove as impurezas mais profundas.

Aplique na região de tratamento e deixe agir por 10 minutos. Enxágue após esse tempo.

2. Aplique o Clear Peel.

O Clear Peel é um fluido feito de ácido glicólico a 10%, combinado com ácido málico, cítrico e lático. Promove a renovação celular da pele.

Aplique o Clear Peel no local e deixe agir por 10 minutos. Remova com algodão.

3. Faça a higienização com o Higisystem.

O Higisystem é um fluido para limpeza e hidratação da pele com ação bactericida, indicado para a higienização pré-tratamento.

4. Chegou a hora do microagulhamento.

Deve ser deixado claro que, para aplicar o tratamento de microagulhamento, além da formação apropriada, é necessário ter o certificado do curso de microagulhamento.

Aplique o microagulhamento no quadrante de tratamento de acordo com a técnica.

5. Faça um blend de dois produtos.

Faça um blend dos produtos Ionto Bio Factor e do produto Ionto Bio Skin.

O Ionto Bio Factor proporciona regeneração tecidual, aumentando os níveis de colágeno e elastina. Provoca a indução da formação de novos capilares sanguíneos.

O Ionto Bio Skin auxilia em procedimentos estéticos faciais e corporais, melhorando a recuperação da pele, estimulando a cicatrização.

Aplique 3 doses de cada produto por quadrante de 10cm. Faça o blend e deixe a pele absorver.

9 estratégias de marketing digital para clínicas de estética.

09/09/2019

Marketing digital para clínicas de estética.

Conheça estratégias de marketing digital para clínicas de estética.

Para você fazer mais sucesso online e conquistar mais clientes, uma boa ideia é começar a pensar em um planejamento de marketing digital para clínicas de estética.

Ao contrário do que você pode pensar, não precisa ser um expert do marketing para realizar uma boa comunicação e conseguir mais lucro.

9 estratégias de marketing digital para clínicas de estética.

 

1. Invista em Google Adwords.

Google Adwords e o marketing digital para clínicas.

O Google é o mecanismo de pesquisa online da maioria da população. Não é à toa que o Google é responsável por 94% das pesquisas online. Ou seja, com certeza, o seu público também está lá.

O Google Adwords são os anúncios que você encontra quando faz uma pesquisa no Google, e é uma boa maneira de aparecer nas pesquisas de seu público.

Primeiro, você precisa criar uma conta no Gmail antes de começar a anunciar. Depois você leva em conta uma série de fatores, como a palavra-chave que você vai usar em seu anúncio.

Por exemplo, você quer que o seu anúncio apareça para quem pesquisar “clínicas de estética em sp”? Então escolha essa palavra-chave. Mas não deixe de prestar atenção no CPC (custo por clique), que é a quantia que você paga ao Google por cada clique que recebe em seu anúncio.

Para saber mais, acesse o Google Adwords.

2. Invista em conteúdo de qualidade.

Marketing de conteúdo como marketing digital para clínicas de estética.

Muitos profissionais estão percebendo uma mudança no marketing: conteúdo de qualidade também vende e é uma ótima estratégia de marketing digital para clínicas de estética. Mas o que é conteúdo?

Quando você possui uma dúvida sobre algum assunto e faz uma pesquisa no Google, o que você espera encontrar: uma propaganda sobre um produto ou a resposta para sua dúvida?

Provavelmente a segunda opção. E por isso conteúdo é tão importante para o seu negócio: você traz o público para dentro de seu site, por que você possui a resposta. Assim, existe a chance de ele voltar mais vezes e virar um cliente.

É uma prática muito barata e eficiente, mas que pode levar um certo tempo para começar a dar certo, por que, diferente do Google Adwords, conteúdo não costuma ser pago.

Invista em um blog para o seu site e em e-books para disponibilizar em suas redes sociais em troca do contato do seu público.

Você pode conhecer um e-book da Buona Vita clicando em Guia definitivo do Peeling 2019.

3. Use as redes sociais.

Redes sociais e marketing digital para clínicas de estética.

Estar presente nas principais redes sociais que seu público utiliza é vital, mas tão importante quanto isso é saber utilizar essas redes.

Utilize sua página do Facebook para fazer a divulgação de suas promoções e seus conteúdos, e separe o seu perfil pessoal da página de sua empresa. O seu cliente está interessado apenas em seu serviço.

A mesma lógica pode ser usada para o Instagram, onde também é interessante utilizar os stories para gerar mais engajamento.

As duas plataformas permitem que você realize lives sobre o seu serviço, e essa pode ser uma boa estratégia para virar referência em sua área.

Outra característica de uma marca com boa presença online é a interação com os clientes. Não é chato quando falamos com alguém e não recebemos nenhuma resposta? Então nada de deixar comentários sem resposta.

4. Use o WhatsApp.

Whatsapp e marketing digital para clínicas de estética.

O WhatsApp também é uma ótima forma de entrar em contato com seus clientes de uma forma mais direta. Mas primeiro, você precisa conquistar uma lista de número de seus clientes. Pode fazer isso com um questionário em sua loja, no cadastro de seu cliente, pelas redes sociais, etc.

Manter o perfil profissional é importante. Por isso, existe o WhatsApp Business, feito para empresas que contatam os seus clientes pelo aplicativo. Assim, você separa o seu perfil pessoal do seu serviço.

Outra forma interessante de trabalhar é usar o WhatsApp Web, a versão do aplicativo para ser usada no computador. Você pode compartilhar o link e fazer um anúncio no Facebook, e as pessoas vão cair direto no seu WhatsApp Business.

E se quiser manter ainda mais profissional e ter menos trabalho, você pode usar o Lead Whats, que permite automatizar o atendimento, enviando mensagens pré-estabelecidas e direcionando o seu cliente sem que você tenha que fazer nada.

Para criar um senso de exclusividade, você pode divulgar que seus clientes do WhatsApp recebem as melhores ofertas antes de todo mundo, e começar a criar uma lista com clientes VIP.

5. E-mail Marketing.

E-mail marketing para clínicas de estética.

Você já deve ter ouvido que hoje, com a velocidade do nosso dia a dia, as pessoas não têm mais tempo e, por isso, o e-mail morreu.

Bom, quem ousou dizer que o e-mail havia morrido, com certeza já se arrependeu.

Na verdade, o que mudou foram nossas prioridades. Ou seja, eu vou abrir um e-mail apenas se ele realmente me interessar. Por isso, um bom e-mail é pensado desde o assunto até a assinatura.

Você pode usar serviços como os da RD Station e do HubSpot para conquistar uma lista de e-mails e trabalhar com elas. Utilize também os e-mails de seus clientes, que você terá ao fazer o cadastro deles em sua clínica.

6. Divulgue os seus resultados.

Divulgação dos resultados no marketing digital para clínicas.

Como saber se um serviço vai me proporcionar o que eu procuro? Nada melhor do que ter uma prova visual, principalmente no mercado estético. As famosas fotos de Antes e Depois podem fazer toda a diferença e atrair mais clientes.

Use os stories do Instagram para mostrar os seus resultados e interagir com seus clientes. Mostre como vale a pena frequentar a sua clínica.

7. Invista em pesquisa de satisfação.

Pesquisa de satisfação e marketing digital para clínicas.

Tão importante quanto prestar um bom serviço, é saber como você ainda pode melhorar. Investir em pesquisas de satisfação pode ser uma boa estratégia de marketing digital para clínicas de estética.

Faça pesquisas online ou em sua própria clínica, após o atendimento.

Você também pode contratar uma agência de pesquisas, para entender qual a impressão que as pessoas têm da sua marca, por exemplo.

8. Google Meu Negócio.

Google Meu Negócio e marketing digital para clínicas.

O Google Meu Negócio é uma outra ferramenta disponibilizada pelo Google, e é interessante principalmente para quem possui uma loja física. Com o Google Meu Negócio, o endereço de sua clínica de estética fica disponível no Google e seus mapas. Você também pode adicionar fotos do estabelecimento e outras informações, como telefone para contato, site e e-mail.

Você pode começar o seu perfil clicando em Google Meu Negócio.

9. Procure por autenticidade.

Autenticidade e marketing digital para clínicas.

Parece a parte mais fácil, mas não é. Identificar “quem” é a sua marca e como você deseja que ela seja vista é uma parte importante do marketing.

Imagine que uma marca é semelhante a uma pessoa. Você sabe que algumas marcas possuem personalidades mais sérias e outras, mais descoladas. E isso está presente em suas postagens, em suas promoções e em suas interações com o público.

Então, é interessante que você defina a personalidade da sua marca, e usar essa personalidade em todas as suas peças.

Pernas inchadas: 6 dicas de como acabar com o inchaço na gravidez.

02/09/2019

Pernas inchadas em gestantes.

Entenda como você pode evitar as pernas inchadas.

Chegar em casa correndo para tirar a calça que está apertando as pernas e os sapatos que parecem cada vez menores. Pernas inchadas são comuns para mulheres grávidas que estão se aproximando do 6º mês de gestação. E como o edema fará parte de sua vida pelos próximos meses (inclusive pode continuar após o parto), é melhor descobrir formas de aliviar esses sintomas. Mas antes disso, você sabe por que o inchaço insiste em aparecer nas gestantes?

Por que pernas inchadas são comuns em gestantes?

Muitas características mudam no organismo de uma mulher grávida. O aumento de hormônios como o estrogênio e o HCG podem causar náuseas. O cabelo nunca esteve tão brilhoso e hidratado, e algumas manchas podem aparecer na pele. Além dessas e outras mudanças, o útero aumenta de tamanho, podendo estar 20 vezes maior do que o normal, comprimindo a veia cava, desacelerando a circulação e acumulando sangue nos membros inferiores e resultando em pernas inchadas. Outro hormônio que fica em evidência é a progesterona, que ocasiona acúmulo de líquidos e contribui com a instalação de edema.

Para você ter uma ideia, os líquidos acumulados, no final da gestação, representam ¼ do peso da gestante.

Porém a gestante deve ficar atenta aos sinais das pernas inchadas. O inchaço é comum, mas também é gradativo. Se ele acontecer de uma hora para outra, pode ser sinal de uma pré-eclâmpsia. Também deve-se prestar atenção aos riscos de trombose. Por isso, visitas ao médico devem sempre ser rotineiras.

6 Dicas de como evitar as pernas inchadas.

E para fugir do inchaço, como faz? Como essa condição causa bastante desconforto para as mulheres grávidas, não é nada surpreendente que ela busque formas de aliviar o inchaço. Vamos conhecer algumas formas de aliviar os edemas nos membros inferiores.

1. Beba bastante água.

Beber água reduz as pernas inchadas.

Sabe aquela história de que o indicado para o ser humano é ingerir 2 litros de água por dia? Quantas pessoas você conhece que realmente fazem isso? Se você ainda não tem o hábito de tomar água, está na hora de colocar isso em prática. A água auxilia na circulação sanguínea, e ajuda a manter o sistema renal funcionando perfeitamente. Desse jeito, beber água ajuda na remoção de impurezas e toxinas do corpo, aliviando a retenção do líquido.

2. Evite ficar em pé.

Ficar em pé mantém as pernas inchadas.

O fluxo sanguíneo e o sistema linfático já está com dificuldade de realizar a circulação devido a todas as mudanças físicas do seu corpo. Se você ficar muito tempo em pé, a gravidade entrará em ação, e as pernas inchadas ficarão mais desconfortáveis. Sim, é difícil não se manter em pé durante o dia, afinal de contas, todos temos nossa rotina, trabalho e afazeres. Porém, mulheres grávidas têm que exigir os seus direitos. Portanto, nada de ficar atrás na fila de espera, ou de ficar em pé no transporte público. Você está passando por um momento em que todo o cuidado é pouco, e todos esses locais públicos possuem regras especiais para você.

3. Não use roupas apertadas.

Roupas mais largas evitam pernas inchadas.

No dia a dia, as roupas já podem apertar: um cinto, uma meia desconfortável ou uma camisa que encolheu. Normalmente, não implica nada demais, mas para a gestante a roupa leve e confortável pode fazer toda a diferença. Por exemplo, deixe as sandálias e sapatos apertados para lá e adote um chinelo. É um visual mais simples? Sim, mas muito melhor para passar o dia, principalmente quando você precisa ir de lá para cá. Use roupas de algodão com pouca costura, e saias confortáveis que não apertem o abdômen.

4. Faça exercícios físicos (com acompanhamento médico).

Fazer exercícios pode ajudar a evitar as pernas inchadas.

Exercícios físicos auxiliam no funcionamento do sistema venoso, melhorando a circulação sanguínea. Caminhadas, por exemplo, que exigem a contração da panturrilha, ajudam a fazer o sangue subir. O ideal é assimilar a atividade física com o bem-estar. Outros exercícios interessantes são a natação, pilates e ioga. Mas lembre-se, tudo deve ter o aval do seu médico.

5. Água fria, água quente.

Banho de contraste ajuda a evitar pernas inchadas.

Essa é uma técnica da fisioterapia chamada de banho de contraste, e é usada para tratar lesões articulares, mas também é indicada para pernas e pés inchados. Tudo o que você precisa é de duas bacias: uma com água gelada e outra com água morna ou quente. Mantenha os pés na água gelada por 3 minutos. Assim que passa esse tempo, retire da bacia de água gelada e coloque na bacia de água quente. Permaneça assim por mais 3 minutos e volte para a água fria. Faça esse procedimento no mínimo 5 vezes para aliviar as pernas inchadas.

6. Drenagem linfática sempre!

Drenagem linfática trata pernas inchadas.

Para reduzir o acúmulo de líquido, não tem nada melhor do que uma drenagem linfática. Drenagem linfática é uma técnica de massagem que estimula o sistema linfático, responsável por toda a movimentação de líquidos pelo corpo. A drenagem linfática realiza movimentos específicos para que esse sistema consiga locomover os líquidos e impedir que fiquem acumulados em uma só região. Lembrando que, para realizar uma drenagem linfática, é aconselhado antes ir ao médico.

7. Dica extra!

Vá em sua esteticista para receber uma drenagem linfática profissional. Aproveite para levar os produtos certos para aliviar as pernas inchadas. Conheça os produtos ideias para drenagem linfática em gestantes.

Argila Ortomolecular.Argila Ortomolecular, para gestantes.

Essa máscara rica em oligoelementos essenciais fortalece a pele e ajuda a preservar o colágeno. A argila auxilia no efeito detox, removendo as toxinas dos membros.

A Argila Ortomolecular também pode ser usada para manter a pele firme e saudável, evitando as estrias.

Emulsão Drenante.Emulsão drenante, para drenagem linfática.

Essa emulsão deixa a pele com sensação macia e sedosa, criando uma segunda pele protetora. A sua textura permite que a profissional de estética realiza manobras de massagem, como a técnica da drenagem linfática.

A Emulsão Drenante também proporciona hidratação intensa na pele.

Loção Alívio P&P.

Loção para pernas inchadas.

Essa loção home care possui substâncias com efeitos analgésicos para massagens terapêuticas e alívio na contratura muscular. Contém extrato de arnica, mentol e extrato de castanha da índia. Pode ser usado para alívio das pernas e pés cansados.

Para conhecer a linha completa de cosméticos para gestantes, leia Gestar: lançamento especial para cuidados estéticos da gestante.

 

 

Página 1 de 9012345...102030...Última »