Estrias: microagulhamento como tratamento.

12/11/2018

Entre as alterações inestéticas que causam queixas e levam os clientes até a clínica de estética, as estrias, sem dúvida, estão entre as mais constantes. Em um mundo cada vez mais padronizado, a estria causa descontentamento com o próprio corpo, afeta a autoestima e pode abalar a autoestima, afetando a qualidade de vida. Vamos então entender por que as estrias aparecem e um protocolo eficiente de tratamento.

Como surgem as estrias?

Antes disso, vamos entender quem são as pessoas mais afetadas pelas estrias. A estria pode acontecer simplesmente por predisposição genética. Mas esta não é a principal causa de seu aparecimento. As estrias afligem principalmente adolescentes, gestantes e obesos, e isso já nos diz bastante sobre o que causa seu aparecimento.

O principal motivo da pele apresentar estrias é o estiramento, que causa rupturas das fibras elásticas da derme com afinamento da epiderme. Pode acontecer devido ao crescimento acelerado do corpo (no caso de adolescentes), de um ganho de peso extra ou gravidez, já que  o corpo passa por várias mudanças durante a gestação, favorecendo o aparecimento de estrias.

Fases da estria

A estria possui uma trajetória, desde o rompimento das fibras elásticas até a sua cicatrização. É importante entender as suas fases para que se tenha ideia de qual procedimento a pele precisa, quais cosméticos e quantas sessões em cabine.

Rubra: as estrias rubras, ou vermelhas, estão no estágio inicial da alteração inestética. A degeneração das fibras ocorreu há pouco tempo e o processo inflamatório ainda está ativo. Significa que o corpo ainda está mandando sangue para a região, o que torna a sua aparência mais chamativa. É nesta fase que o tratamento possui maior eficácia, pois com o sistema vascular ativo, você consegue induzir o colágeno e a elastina com maior facilidade, e amenizar as marcas.

Alba: as estrias albas, ou brancas, são o estágio final da lesão, onde acontece uma cicatrização. Neste estágio, não há mais sistema vascular ativo na região. Assim, o tratamento se torna mais complexo, mas resultados ainda podem ser alcançados visando suavizar as marcas.

Microagulhamento

O microagulhamento é um tratamento profissional, onde são usadas agulhas esterilizadas de aço cirúrgico que, normalmente, são acopladas a um roller, um equipamento semelhante a um pequeno rolo. Quando aplicado à pele, causa uma série de pequenas lesões. Assim, busca a vasodilatação, e a estimulação da formação do colágeno. As agulhas também podem ser provenientes de uma caneta elétrica para microagulhamento.

Quando as agulhas penetram na pele, causam pequenas lesões, que estimulam o organismo a produzir mais colágeno e elastina. Isso acontece por que o corpo precisa “consertar” a lesão causada pelo equipamento, reorganizando as fibras da pele. E assim, o microagulhamento traz bons resultados para tratamentos de estrias, envelhecimento, flacidez de pele, cicatrizes de acne e queimaduras, e manchas.

O microagulhamento não é apenas utilizado para potencializar o colágeno da pele, mas também permite o que os profissionais chamam de drug delivery. Como a pele busca a proteção do corpo, pode ser difícil para o organismo absorver completamente os ativos dos cosméticos aplicados nos tratamentos. Com a aplicação do microagulhamento, há mais facilidade para os ativos chegarem até o interior do organismo, e os resultados são potencializados.

Microagulhamento para estrias

Sempre deve ser enfatizado que, para realizar o tratamento utilizando o microagulhamento, é preciso entender completamente o procedimento e possuir conhecimento sobre as formas corretas de aplicação. O profissional deve compreender as técnicas e decidir qual é a mais adequada e quais cosméticos serão associados.

Vamos então conhecer os cosméticos que serão utilizados durante o tratamento de estrias.

Higisystem: indicado para a assepsia da pele, o Higisystem também promove a hidratação e o efeito bactericida. Deve ser utilizado para preparar o local de tratamento, evitando infecções através de sua higienização.

Body Hidra: um sérum reparador para potente hidratação, que oferece um efeito regenerativo celular e de tecido. Possui fatores de crescimento insulínico, que ativam a proliferação de novas células cutâneas e estimulam a produção de novas fibras de colágeno e elastina.

Body Firm: sérum para combate a estrias. Reduz o risco de flacidez e melhora a elasticidade da pele. Possui Nano DMAE, que promove o efeito tensor, hidratação, ação anti-inflamatória e antioxidante. Ainda apresenta as vitaminas A e E.

Bio Lift: um creme corporal para o tratamento de flacidez e estrias. Com DMAE e Raffermine, promove a firmeza, elasticidade e maciez da pele.

Tratamento para estrias com microagulhamento

Vamos então conhecer os tratamentos para estrias, utilizando técnicas de microagulhamento associadas a cosméticos. Confira.

Passo 1: fazer a antissepsia das mãos do profissional e da cliente com Higisystem.

Passo 2: realizar a técnica de microagulhamento na região a ser tratada conforme conhecimentos técnicos. Você deve utilizar o equipamento que acreditar ser mais apropriado para o caso de seu cliente. A Buona Vita oferece o Dermaroller 0,50mm e o Dermaroller 1,00mm.

Passo 3: aplicar um Blend com os séruns Body Hidra e Body Firm, usando 10 gotas de cada sérum para uma região de aproximadamente 10×10 cm.

HOME CARE:

Indicar o creme de massagem Bio Lift. Aplicar após 24 horas do procedimento de microagulhar e diariamente massagear de forma circular até a sua absorção.

Frequência do tratamento: realizar o procedimento de microagulhar a cada 15 dias, podendo alternar as sessões com outros procedimentos.

Tempo de resultado: a partir da quinta sessão, já são identificados resultados muito promissores, inclusive para as estrias albas (brancas).

Caso ainda reste dúvidas, assista à live realizada no dia 5 de novembro de 2018, clicando aqui.

Bases biocompatíveis: o pioneirismo que faz a qualidade.

29/10/2018

Estamos em 2018, e assim como a tecnologia é aprimorada, o desenvolvimento e a busca por maior qualidade dentro do campo dos cosméticos também passa por inovações. Assim, entramos em uma era de consumo consciente, em que buscamos entender melhor o que utilizamos em nosso corpo. Quando se trata de saúde e preservação da natureza, é aconselhado evitar cosméticos com xenobióticos e adotar as bases biocompatíveis.

Os cosméticos são compostos por uma série de ativos, mas não somente por eles. Para que um cosmético tenha a sua consistência, precisa de elementos conservantes e umectantes. Além disso, é preciso que o produto possua um “veículo”, ou seja, um elemento que carregue os ativos e leve-os até a pele, onde deverão ser absorvidos pelo organismo. Mas onde que os xenobióticos entram nisso tudo?

Conhecendo os xenobióticos.

Xenobióticos são substâncias químicas estranhas ao sistema biológico, ou seja, substâncias que não possuem tanta compatibilidade com o nosso corpo. Assim, causam reações indesejadas. Os xenobióticos mais comuns são: óleo mineral, parabenos e propilenoglicol. Vamos então conhecer um pouco mais sobre estas substâncias e suas reações em nosso corpo.

Óleo mineral: substância adquirida através da destilação do petróleo, muito utilizada na indústria cosmetológica para pele e cabelos. É utilizado como veículo de ativos, ou seja, como a base dos cosméticos. Mesmo que seja uma substância que busque também a hidratação, o óleo mineral causa o tamponamento dos poros, reduzindo a absorção e a eficácia dos ativos. O óleo mineral aumenta a sensibilidade cutânea, sendo uma substância alergênica. Outra reação observada foi o aparecimento de artrite reumatoide em alguns casos, uma doença inflamatória que afeta as articulações.

Parabenos: já muito conhecidos pelo público geral, parabenos são compostos químicos utilizados como conservantes. Presentes principalmente em cosméticos, os parabenos são um risco para a saúde pela forma que se comportam dentro do organismo. Os parabenos apresentam comportamento estrogênico, agindo como se fosse o próprio hormônio. Assim, causam desregulamento hormonal, alteração nos ciclos menstruais e na fertilidade, afetam os ovários e impulsionam alterações inestéticas como manchas, celulite e acne. É fortemente relacionado ao câncer de mama. Estima-se que existam parabenos em pelo menos 99% dos cosméticos do mercado.

Propilenoglicol: conhecido por ser liberador de formol, o propilenoglicol é uma substância utilizada para dar “liga” no cosmético, buscando deixar o produto mais consistente. O propilenoglicol possui formaldeído livre, moléculas altamente reativas que desenvolvem alergia de contato e sensibilização da pele. Ainda deve ser enfatizado que o formol é cancerígeno para o ser humano.

 

Mas se estas substâncias são tão nocivas para a saúde de nosso corpo, por que a maioria das empresas continuam utilizando em seus cosméticos? Em suma, devido ao baixo custo da matéria-prima. 1 litro de óleo vegetal possui um valor maior no mercado do que 1 litro de óleo mineral, e assim, os xenobióticos ainda tomam conta de grande parcela da cosmetologia.

Como identificar os xenobióticos?

Entendemos que os xenobióticos trazem muitos malefícios para o organismo. Então, o que podemos fazer? O ideal é buscar compreender as substâncias que estão nos cosméticos para escolher, de maneira inteligente, o ideal para você e sua saúde. O problema é que as empresas costumam utilizar o nome científico dessas substâncias, e assim, o rótulo fica mais complicado de entender. Mas podemos ajudar neste caso.

Quando ler o rótulo buscando por de óleo mineral, procure por mineral oil, paraffin, paraffinum liquidum, petrolatum, entre outros.

Já o propilenoglicol pode ser encontrado por dipropylene glycol caprylate, dipropylene glycol dimethyl ether, entre outros.

Você pode encontrar parabenos pelos nomes de: butylparaben, methylparaben, propylparaben, entre outros.

Você pode conferir a lista completa de xenobióticos no site da Buona Vita, clicando aqui.

Bases biocompatíveis

Depois de identificar os xenobióticos, resta migrar para cosméticos e empresas que usem apenas ativos que façam bem a você. A Buona Vita trabalha apenas com bases biocompatíveis desde 2007, priorizando o bem-estar e a saúde de seus clientes. Mas se a Buona Vita se livrou do óleo mineral, do propilenoglicol e dos parabenos, o que ela está utilizando para substituir estes componentes?

Óleo vegetal: para substituir o óleo mineral, o óleo vegetal é a principal pedida. Possui maior compatibilidade com a pele, sem apresentar potencial alergênico. Enquanto 1 litro de óleo mineral polui 1 milhão de litros d’água, o óleo vegetal não apresenta grandes riscos para o meio ambiente, sendo também a escolha certa para o meio ambiente.

Fenoxietanol: encontrado no rótulo como phenoxyethanol, é um composto químico orgânico utilizado como conservante. Também chamado de éter de rosas, é o substituto dos parabenos. O fenoxietanol pode ser encontrado na natureza no chá-verde, nas chicórias, entre outros.

Glicerina vegetal: obtida através de plantas, a glicerina vegetal é conhecida por possuir potente ação hidratante para pele e cabelos. Quando adicionada aos cosméticos, ela faz o papel de umectante, dando “liga” ao produto. Diferente do propilenoglicol, a glicerina vegetal contém uma quantia minúscula de toxinas, sendo raros casos de manifestações alérgicas.

As bases biocompatíveis não apenas evitam reações adversas e conservam a saúde do corpo, mas também potencializam o efeito dos cosméticos, promovendo resultados mais rápidos e eficientes. Isso acontece por que, como as bases vegetais são mais compatíveis com o nosso organismo, nosso pele aceita e absorve de forma natural. Como a base é melhor absorvida, o mesmo acontece com os ativos, e a eficiência do produto alcança outro nível.

 

Estética adolescente: principais alterações inestéticas e tratamentos.

15/10/2018

Com alterações inestéticas à flor da pele, o adolescente representa uma parcela de quem frequenta as clínicas de estética. Com a evolução acelerada do corpo e a presença de hormônios, a pele pode apresentar algumas mudanças durante essa fase em que não somos mais crianças mas também não atingimos a maturidade. Confira as alterações inestéticas mais comuns e por que elas aparecem.

Principais mudanças estéticas e suas causas.

Acne, cravos e oleosidade: provavelmente a principal causa de reclamações por parte dos adolescentes. Com um grande número de hormônios atuando no corpo, a pele apresenta excesso de secreção sebácea, a temida oleosidade. Assim, os poros de nosso corpo passam a ficar repletos de oleosidade, e acumular bactérias, causando a inflamação e por consequência, acne e comedões. Grande parte dos adolescentes apresenta acne, e quando pensamos no problema, relacionamos à idade. Mesmo assim, a acne também pode aparecer em adultos.

 

A acne deve ser diagnosticada pelo profissional, e o cliente pode apresentar desde grau I (intensidade variável, pele com oleosidade, presença de comedões) até o grau IV (situação mais rara, onde as lesões são acompanhadas de inflamação, hemorragia e febre. Essa última é chamada de popularmente de espinha interna).

Talvez a questão principal seja a maneira que o adolescente lida com esse problema, já que apertar a acne pode causar cicatrizes que duram a vida toda.

Estrias: tão temidas quanto a acne, estrias aparecem nas áreas laterais das coxas, nádegas ou mamas, no caso de meninas. No caso de meninos, pode aparecer na lombar, dorsal ou em músculos com hipertrofia exagerada. A estria acontece quando há rupturas nas fibras de colágeno e elastina, devido ao crescimento rápido, hormônios ou impacto. Esta ruptura inicia o processo inflamatório da estria, que pode apresentar cor rosa, roxa ou vermelha. É durante este processo que ela possui chance de cura. Após algum tempo deste processo, ela se torna branca, e então o tratamento visa suavizar as marcas, porém sem chances de sumir com elas completamente. Tendência genética pode facilitar o aparecimento de estrias.

Celulite: por último mas não menos importante, a celulite pode se apresentar devido à alimentação exagerada, alteração hormonal, flacidez de pele ou falta de exercícios físicos. Em geral, há maiores chances de desenvolver celulite em regiões com aumento de gordura corporal com pouca proporção de músculos. A celulite pode ser diagnosticada desde grau I (pouca celulite, visível apenas quando a pele é pressionada pelos dedos) até grau IV (estágio mais grave, com formação de nódulos bastante doloridos). A celulite costuma surgir em pessoas que possuem predisposição genética, porém esta não é uma regra, pois pessoas sem predisposição também podem apresentar esta alteração inestética.

Conflito estético na adolescência.

É na adolescência que criamos uma identidade própria e começamos a moldar quem seremos no decorrer da vida. É também nesta etapa da vida que ampliamos o nosso círculo social, iniciando novas amizades e relacionamentos. Com o padrão de beleza sempre presente na mídia, tudo o que o jovem quer é se sentir aceito. Porém a adolescência vem com hormônios que causam alterações de humor e mudanças no corpo, muitas vezes indesejadas.

A estética tem uma importância muito relevante nesta idade, e os pais devem prestar atenção em seus filhos, principalmente considerando o aumento do índice de depressão e ansiedade ligado ao bullying. Outra preocupação são as ações exageradas do jovem para alcançar a estética que deseja para si, como o consumo de medicamentos indevidos ou dietas “milagreiras”. O diálogo é essencial para que o adolescente entenda que existem outras opções, caso as alterações inestéticas estejam realmente prejudicando o seu bem-estar.

Tratamentos e produtos.

Para diminuir os efeitos das alterações inestéticas e conservar o bem-estar e a qualidade de vida, existem tratamentos e produtos aos quais podemos recorrer. Conheça o que a Buona Vita tem a oferecer.

Bio Lift: um creme com ação firmadora buscando a elasticidade e reduzindo a flacidez. Previne estrias e aumenta a firmeza da pele. O Bio Lift possui entre seus ativos o DMAE, poderoso tensor com ação antioxidante, proporcionando elasticidade e firmeza. Também possui Raffermine, que é metabolizada pela célula como um nutriente, estimulando a síntese de colágeno, prevenindo estrias e flacidez.

Caffeine Sculpt: um creme modelador de silhuetas e tratamento da celulite. Trabalha com redução da gordura localizada e seu principal ativo é cafeína a 6%, buscando reativar o mecanismo anticelulítico celular. Tem ação de reduzir o tamanho das células de gordura no corpo.

Intense Fit: fluido que promove o aquecimento atuando na redução de medidas e celulites. Contém Sense Hot, um  ativo para queima de gordura localizada, que substitui o Nicotinato de Metila e não causa vermelhidão. O adolescente pode aproveitar e realizar exercícios físicos para potencializar os resultados.

Kits para acne

Sabendo da necessidade principalmente do jovem, a Buona Vita criou dois poderosos kits home care para o combate à acne.

Kit Acne Off: este kit home care contém ação secativa e anti-inflamatória. É formado por quatro produtos: Normaclean, Loção Normalizadora, Keep Control e Normasec.

O Normaclean é um sabonete líquido para desobstrução dos poros, retirando as impurezas mais profundas e reduzindo a oleosidade. Também proporciona luminosidade em manchas de acne.

A Loção Normalizadora é uma loção secativa para restabelecer o pH da pele, purificando e reduzindo o tamanho dos poros. Possui ação antisséptica e anti-inflamatória.

Keep Control é um nutricosmético desenvolvido para auxiliar no controle de hormônios, reduzindo a oleosidade, aumentando a imunidade e impulsionando a ação cicatrizante do corpo.

Por último, o diferencial deste kit, o Normasec é um gel secativo com ação anti-inflamatória, buscando tratar a acne e prevenir a formação de cicatrizes e manchas. O Normasec forma um filme protetor sobre a pele, protegendo contra a poluição e os danos que esta possa causar.

Como já foi dito, um problema recorrente de quem sofre com a acne é o excesso de oleosidade. Para isso, a Buona Vita criou outro kit home care para quem possui esta característica. O Kit Acne Free, o qual apresenta os mesmos produtos do kit anterior, porém o Normasec é substituído pelo poderoso Hydragel. um gel de textura leve e agradável, e de toque seco. Indicado para peles mistas e oleosas, contém o ativo hygeaphós, com ação seborreguladora, diminuindo a oleosidade e eliminando o brilho. Com sensação refrescante, reduz a vermelhidão da pele.

Página 1 de 8012345...102030...Última »