Câncer, cosméticos e hormônios: qual a relação entre os três?

17/06/2019

Câncer e os hormônios.

Qual a relação do câncer com os cosméticos?

O câncer está entre as doenças mais comentadas no século XXI. Chegou a um ponto em que todos conhecemos alguém que já fez ou está realizando tratamentos para câncer. Qual a relação do câncer com os cosméticos? Será que você consome produtos de empresas responsáveis?

Fatores de risco do câncer.

Há não muito tempo atrás, os especialistas acreditavam que o maior fator de risco para uma pessoa desenvolver um caso de câncer era 90% devido ao histórico familiar. Hoje, esse número diminuiu, e começamos a olhar mais para os nossos hábitos.

Os fatores epigenéticos são essenciais para entender como o câncer de desenvolve no organismo. Sabe-se que consumo de tabaco e câncer é um fator de risco alto, por exemplo. Uma dieta desregulada e obesidade também. O histórico familiar ainda é um fator de risco, embora tenha seu número reduzido para 5% dentro dos grandes fatores. E onde entram os cosméticos?

Para entendermos a relação do consumo do cosmético com o câncer, precisamos compreender o que é o câncer, como ele se forma e qual a sua relação com os hormônios.

Câncer é um conjunto de mais de 100 doenças, com uma característica em comum: o crescimento desornado de células. Estas células costumam se dividir rapidamente e de forma agressiva, invadindo tecidos e órgãos. Assim, se formam os tumores, que podem se espalhar para outras regiões do organismo, em um processo chamado de metástase.

Qual a origem do câncer?

O câncer se forma através de uma mutação genética, uma alteração no DNA da célula. Esta célula doente passa a receber instruções erradas e a se multiplicar de forma acelerada, afetando outras células ao redor.

Para que uma célula saudável se torne cancerígena, ela precisa ser exposta ao agente cancerígeno por um longo tempo.

Existem alguns fatores que devemos prestar atenção. Estes fatores intensificam a transformação da célula saudável em uma célula cancerígena. Alguns exemplos são comportamentos alimentícios, excesso de gordura ou exposição prolongada a hormônios. Mas onde que os cosméticos entram nisso?

Cosméticos e os desreguladores endócrinos.

Sempre falamos sobre a importância de prestar atenção nos ingredientes dos cosméticos que você usa. Aplicamos estes produtos em nosso corpo, muitos sendo usados diariamente, e silenciosamente acumulamos muitas substâncias no organismo.

Um fator que pode transformar a célula saudável em cancerígena é a exposição prolongada a hormônios. E ingredientes presentes em grande parte dos cosméticos comuns, atuam no organismo exatamente como os hormônios. Assim, o uso de cosméticos que possuem desreguladores endócrinos tornam o organismo mais favorável ao câncer.

Parabenos.

Mesmo com a redução de cosméticos com parabenos no mercado, eles ainda são a maioria. Parabenos são conservantes, e têm a função de evitar a proliferação de bactérias ou fungos. São muito encontrados em cosméticos de todos os tipos, desde cremes até desodorantes. Mas os parabenos têm sido relacionados ao câncer de mama já faz alguns anos.

Isso se deve principalmente pelos parabenos estarem muito presentes em um número de marcas de desodorantes, que é usado justamente ao lado da mama. Inclusive, estudos sobre o câncer de mama indicam que a maior parte das células cancerígenas se encontram no quadrante superior lateral da mama, exatamente ao lado da axila onde aplicamos o desodorante todos os dias.

Os parabenos são desreguladores endócrinos, e agem como o estrogênio no corpo, fazendo com que as células fiquem expostas a uma maior quantidade do hormônio. Isso é potencialmente prejudicial para mulheres, que já possuem um nível maior desse hormônio no organismo naturalmente.

Os parabenos, alterando os hormônios, também são responsáveis por algumas alterações inestéticas como acne e celulite. E uma incoerência é tratar a alteração inestética com cosméticos com parabenos, que causam as próprias alterações, você não acha?

Por que as empresas ainda utilizam os parabenos?

Se os parabenos podem causar tudo isso, por que ainda são comercializados? Parabenos são mais baratos que outros conservantes do mercado, que elevam o valor da produção do cosmético.

A Buona Vita não utiliza parabenos, substituindo pelo phenoxyethanol, um conservante seguro que não prejudica a saúde e evita a proliferação de bactérias e fungos como qualquer outro.

Para evitar os parabenos, preste atenção no rótulo dos cosméticos. Procure por:

BUTYLPARABEN

CALCIUM PARABEN

ETHYLPARABEN

ISOBUTYLPARABEN

PROPYLPARABEN, entre outros.

BPA.

Não precisamos prestar atenção somente na composição do cosmético, mas no recipiente também. O Bisfenol-A é muito encontrado nos plásticos (principalmente nos transparentes), possui potencial cancerígeno. Por isso, foi proibido nas mamadeiras, devido ao risco que pode levar às crianças.

O BPA é utilizado na produção dos plásticos resistentes, e se comporta como o estrogênio em nosso organismo. Isso faz desta substância um desregulador endócrino. Seus efeitos no corpo podem ir de tumores em órgãos reprodutores, câncer de mama e câncer de próstata, e até causar até aborto.

É potencialmente perigoso principalmente no aquecimento do plástico, que libera a substância no produto. Porém, em um país como o Brasil, não há possibilidade de evitar o aquecimento da embalagem, que é transportada para diversos estados dentro de caminhões fechados, na estrada abaixo do sol.

O ideal é pararmos de consumir cosméticos e alimentos que possuam esta substância no plástico. Você também pode identificar o BPA nas embalagens.

Selos BPA e BPA free. Qual a relação entre câncer e os hormônios?

Saiba diferenciar as embalagens com BPA e as BPA Free.

Formaldeído.

O formaldeído, popularmente chamado de formol, é um composto criado através do metanol, com a função de conservante. Tem o objetivo de impedir o crescimento de microrganismos em cosméticos.

Não é de hoje que a Anvisa está de olho no formaldeído. Em cosméticos, por exemplo, é proibido a presença deste conservante em uma quantia acima de 0,2%.

É comum encontrar este ingrediente em esmaltes, géis de cabelo, produtos para alisamento do cabelo, xampus, desodorantes, enxaguantes bucais e também em cremes para o corpo. Inclusive, estudos relacionam a presença de formaldeído nos enxaguantes com o aumento de câncer de boca.

O formol é cancerígeno para pessoas e outros animais, e pode causar, além do câncer de boca, câncer de faringe, leucemia, entre outros.

Portanto, evite consumir produtos que possuam esta substância, mesmo que em pequenas quantidades. Procure por:

FORMALDEHYDE

PARAFORMALDEHYDE

BENZOGUANAMINE

TOSYLAMIDE e outros.

Você pode ver todas as substâncias nocivas em cosméticos em nosso site. Clique em https://www.buonavita.com.br/substancia-nociva-cosmeticos/p e faça o download. 

Como a drenagem linfática é importante para a gestante?

10/06/2019

Drenagem linfática em gestantes reduz edemas e varizes.

Drenagem linfática em gestantes pode ajudar a reduzir desconfortos?

A gestação começa e logo as preocupações começam. Visitas ao médico e exames de rotina são comuns, mas logo começam as preocupações com o próprio corpo. É comum ter estrias? O que fazer quando o inchaço tomar conta das pernas e dos pés? E as varizes? A resposta para a prevenção de todas estas alterações inestéticas em gestantes pode estar em apenas duas palavras: drenagem linfática.

Como funciona o sistema linfático?

Antes de entendermos os benefícios da drenagem linfática para gestantes, vamos entender como funciona o sistema linfático e qual a sua função.

O sistema linfático é formado por ductos, troncos linfáticos, linfonodos e vasos linfáticos. Estes se ramificam e formam assim os capilares linfáticos. O sistema linfático possui, entre outras, a função excretora, de remover toxinas e drenar o excesso de líquidos do corpo e devolver à circulação sanguínea líquidos e proteínas.

Por estimular o sistema linfático, a drenagem linfática é muito relacionada ao inchaço, mesmo que também possa ser associada a varizes e toxinas.

O sistema linfática é lento, e possui uma direção específica. Para estimular corretamente o seu movimento, é necessário uma técnica direcionada, com conhecimento sobre o sistema linfático. A pressão aplicada com as mãos pode variar de leve até moderada.

Benefícios da drenagem linfática em gestantes.

A drenagem linfática em gestantes é indicada para a redução de edemas e varizes.

Quais são os benefícios da drenagem linfática em gestantes?

Edema/ inchaço.

Inchaço e gravidez já são relacionados. Costuma aparecer no terceiro trimestre da gestação, afetando principalmente pernas e pés, mesmo que possa também aparecer em braços, mãos e rosto.

Os edemas já são esperados durante uma gravidez. Isso por que, com a chegada de um bebê, o corpo aumenta consideravelmente (em torno de 50%) a quantidade de sangue e fluidos. Assim, é comum que uma quantidade de líquido fique acumulada em alguns membros. Os membros inferiores são os mais prejudicados, pois é

Com a drenagem linfática, este líquido retido é direcionado até os vasos linfáticos e, por ali, deve subir pelo resto do sistema linfático. Por esse caminho, ele será expelido pela urina ou reaproveitado através do sistema venoso, e o inchaço irá embora.

Varizes.

As varizes, aquelas veias pequeninhas que podem aparecer na pele, também são comuns na gestação, e podem permanecer no corpo mesmo após o parto.

Varizes são veias com pressão insuficiente para fazer o sangue fluir corretamente, e assim se formam estes vasos na pele. Apesar de poderem afetar mais partes do corpo, são mais comuns em pernas e pés. Isso acontece por que ficamos muito tempo em pé, ou muito tempo sentados.

Independente disso, a principal causa do aparecimento de varizes é a genética. Assim, algumas pessoas possuem pré-disposição genética para ter varizes.

A drenagem linfática é uma boa opção para evitar as varizes, estimulando a movimentação de fluidos e a circulação sanguínea. Dessa forma, os pequenos vasos possuem capacidade de seguir bombando o sangue.

Eliminação de toxinas.

Uma das funções do sistema linfático é realizar a eliminação de toxinas que são desnecessárias para o organismo. Isso acontece através da urina.

A drenagem linfática estimula o sistema linfático, fazendo com que mais toxinas sejam eliminadas pelo organismo. Por isso, é comum a cliente que está recebendo a drenagem linfática sentir vontade de ir ao banheiro, mesmo durante a sessão.

Apesar da drenagem linfática ser usualmente aplicada com as mãos, existem outras formas de realizá-la. Leia agora Bambuterapia: drenagem linfática com bambus.

Contraindicação da drenagem linfática.

A drenagem linfática é muito indicada para gestantes, para que ela tenha mais conforto e evite inchaços e alterações inestéticas durante e após o parto. Mas mesmo assim, é necessário que o profissional de saúde estética possua o aval do médico.

Entre os principais motivos para evitar uma drenagem linfática, seja em gestante ou não, estão: insuficiência renal, trombose, pressão alta e linfoma. Em qualquer caso, antes da drenagem linfática em gestantes, o médico deve ser sempre consultado.

Para entender melhor sobre o bem-estar da gestante e a sua relação com a saúde estética, você pode assistir Bem-estar para gestante, na BVPlay

7 passos para conseguir mais clientes pelas redes sociais.

04/06/2019

Melhore sua comunicação nas redes sociais.

Entenda como melhorar a comunicação da sua clínica nas redes sociais.

Você possui uma clínica de estética que oferece um ótimo serviço, mas suas redes sociais continuam desertas ou sem interação? O artigo de hoje é ideal para quem não possui conhecimentos de marketing digital ou comunicação e está buscando meios de crescer nas mídias online. Vamos falar sobre 7 passos para você conquistar um bom lucro através das principais redes sociais.

Como conquistar mais clientes usando redes sociais?

A primeira coisa que precisamos entender é que conseguir a fidelidade de seu público não acontece do dia para a noite. É preciso investimento de tempo (e dinheiro) para que você possa crescer, se tornar relevante nas redes sociais e alavancar as suas vendas.

Vamos conhecer alguns passos para que isso possa acontecer mais rapidamente.

1. Preste atenção no Facebook de sua clínica.

Você pode utilizar o Facebook para alavancar as vendas de sua clínica.

O Facebook é essencial para uma boa comunicação nas redes sociais.

Para que você possa alcançar seus objetivos online, uma conta no Facebook é essencial, mas cuidado. É comum misturar a conta pessoal com a conta da empresa, e isso não é bom. Não interessa ao seguidor, por exemplo, se você foi comer fora com a família. Por isso, o ideal é criar uma página para sua clínica, e postar ali apenas o que for referente ao seu serviço.

Invista em Face Ads, os anúncios publicitários do Facebook. O ideal é você possuir uma equipe de comunicação, mas se isso não é uma opção, você pode acessar https://www.facebook.com/business/ads para ter uma ideia de como esta ferramenta funciona. O YouTube também está repleto de tutoriais, ou seja, vídeos passo a passo que ensinam como você pode utilizar o Face Ads.

Fora isso, o Facebook é um lugar para realizar postagens do que você acreditar ser relevante para seu cliente: promoções, novidades em seus serviços, eventos, resultados, etc.

2. Tenha um site.

Sim, estamos falando sobre redes sociais, mas o site nunca deixa de ser relevante. Por que ele é importante? Para que você se torne relevante aos olhos do Google, o maior site de buscas do mundo. Pense em sua experiência: quando você quer encontrar um serviço/produto, para quem você pergunta primeiro? Onde você pesquisa? Google.

O Google costuma ser responsável por fazer o primeiro contato com o público, que realiza a pesquisa no site de pesquisa. Isso mostra a importância de ter um site otimizado. Como é exigido um pouco mais de conhecimento na área, aqui pode ser interessante contratar um profissional para realizar o serviço sem ter muito incômodo. Um profissional focado em SEO pode ser interessante para otimizar o site.

O Google possui um sistema de ranqueamento de sites. Basicamente o que ele faz é se perguntar: esse site é importante para este público? Se sim, ele está bem otimizado (você pode acessar pelo celular, por exemplo)? Caso o site possua conteúdo relevante e esteja otimizado, ele aparecerá na primeira página do Google e há mais chances de um cliente entrar em contato.

3. Use os recursos do Instagram.

Esta plataforma é crucial para se ter um bom envolvimento com seu público. Segundo pesquisas e matérias de jornais, esta rede social que tem mais de 1 bilhão de usuários, possui 15 vezes mais interações que outras redes sociais. Fora isso, ainda é a rede social que mais cresce no mundo.

Desse jeito, é importante saber utilizar os recursos desta rede para atrair mais clientes. Para uma clínica de estética, resultados de tratamentos podem ser uma boa forma de gerar conversões. Utilize os stories para fazer a divulgação de suas promoções, tratamentos e novidades. Você também pode realizar lives, vídeos ao vivo com conteúdo relevante. E não esqueça do Insta Ads, os anúncios do Instagram.

4. Crie conteúdo relevante para seu blog.

Crie conteúdo para o seu blog de estética.

Ter um conteúdo relevante em seu blog ajudará a trazer novos clientes.

Um blog é uma forma de apresentar conteúdo sobre seus produtos/serviços ao cliente sem pedir nada em troca. Mas qual é a vantagem disso? Você terá a oportunidade de falar abertamente sobre as vantagens de seus serviços e colocar o possível cliente dentro do funil de vendas. Desse jeito, ele passa de visitante (alguém que está apenas passando pelo seu site) para um lead (alguém que pode se tornar um potencial consumidor de sua marca).

Aqui entram os conhecimentos que falamos acima, sobre a importância de um site. Pois se um usuário não conhece o seu site, ele precisa encontrar você de alguma forma, e a forma mais comum é pelo Google. Desse jeito, o seu blog precisa ser otimizado.

5. E-mail não morreu. Muito pelo contrário.

Há algum tempo, acreditava-se que o e-mail marketing entraria em desuso, mas aconteceu exatamente o contrário: está mais em dia do que nunca. Pelo e-mail, você pode enviar oportunidades e conteúdos para seus clientes, e fazer com que estes voltem a consumir. Você também pode enviar conteúdo para possíveis clientes, mas que ainda não consumiram em sua clínica.

Existem muitas plataformas para realizar envio de e-mails automáticos para uma grande fatia de clientes. Aqui vão alguns exemplos: MailChimp, RD Station, Benchmark E-mail, entre outros.

6. Defina a sua persona.

Identificar a sua persona é muito importante para que a sua comunicação esteja alinhada com o público. A persona é a representação fictícia de seu cliente ideal. É uma reunião de características demográficas, histórias, objetivos de vida de seu público. Isso se cria através de análises de seus próprios clientes, ou de pessoas que você almeja que sejam seus clientes. Abaixo, segue um exemplo de dados que podem ser acumulados para gerar a sua persona.

Idade.

Gênero.

Trabalho.

Hábitos.

Sonhos.

Crenças.

Hobbies.

Estilo de vida.

Hábitos de compra.

Mídias sociais que usam.

Influências.

Por onde se comunicam, entre outras questões.

Juntando estes dados, você pode começar a imaginar quem é o seu cliente ideal, para quem você vai fazer a sua comunicação e seu conteúdo, e onde você deve anunciar.

7. De olho na concorrência.

Analisar os concorrentes pode trazer insights.

Analise a concorrência para buscar novas ideias.

Fique atendo à comunicação utilizada pelos seus principais concorrentes. Nunca para copiar, mas para buscar referências de como melhorar a sua comunicação. Por exemplo, com um cupom de desconto para quem frequentar a sua clínica; um blog com informações que interessem aos clientes; uma limpeza de pele básica para quem é cliente fiel.

Dica bônus: tenha uma boa relação com a sua equipe!

Para acabar este texto, vai uma dica offline. Uma relação saudável com a sua equipe. Uma equipe motivada é uma equipe eficiente. Portanto, ofereça um ambiente de trabalho agradável para seus funcionários, fazendo-os amar a empresa. Trabalhe o endomarketing e ofereça diferenciais (happy hours, festas temáticas e outras formas de fazer a integração dos colegas). Assim, você terá certeza de que seus funcionários vestirão a camisa da empresa, e os resultados serão muito mais satisfatórios.

Página 1 de 8612345...102030...Última »