Elastina: quando e como produzimos?

12/01/2016

Quando falamos em envelhecimento cutâneo, o que vem à mente em primeiro lugar é o colágeno, pouco se fala na elastina. Mas você sabe por que ela é importante para a pele e como podemos estimular a produção dessa fibra nos tratamentos estéticos? É o que vamos te contar agora!

A elastina é uma fibra de sustentação da pele que trabalha em conjunto com o colágeno e compõe a mesoderme, camada intermediária da pele. A elastina é uma proteína helicoidal, na forma de uma mola, que liga a pele aos tecidos musculares e é muito elástica, permitindo que a pele retorne ao seu estado original após ser submetida a um estiramento forçado. Portanto, ela está diretamente ligada ao aparecimento das estrias.

skin ILLUSTRATION_final2

O máximo de produção espontânea de elastina ocorre na adolescência e durante a gravidez, permitindo que a pele da barriga se expanda, acompanhando o aumento do útero decorrente do crescimento do feto. Quando a produção de elastina não é suficiente, temos a formação de rachaduras no interior da mesoderme, que são nada menos do que as já conhecidas estrias. Na fase de envelhecimento, o organismo tem muito menor aptidão para produzir nova elastina, mas isso se deve principalmente a fatores externos, como a poluição. O ideal é proteger a fibras já existentes para evitar a sua degradação, usando produtos cosméticos que tenham ação antipoluente e antioxidante, mas vale destacar que essa produção pode ser reativada a qualquer momento por sinais bioquímicos, provenientes de cosméticos.

Como proteger as fibras e reativar sua produção?

Para a prevenção da degradação das fibras de elastina, são necessários produtos que irão impedir a degradação da matriz extracelular, que sejam antipoluentes e que possuam ação antioxidante. Todas essas características podem ser encontradas no Bio Lift, que contém ativos como o Raffermine, que revitaliza a matriz extracelular e previne a degradação das fibras colágenas e de elastina; Nutripeptídeos, que aumentam a capacidade de recuperação celular após situações de estresse, como sol e poluição; o Exsy-ARL que tem ação antipoluente e DMAE, que tem ação antioxidante. Ou seja, é um produto completo para a prevenção de estrias.

Já quando se fala em indução da produção de elastina, a lista de ativos é enorme:

B-FGF (Fator de crescimento fibroblástico básico)

Estimula os fibroblastos, fortalecendo a elasticidade cutânea por induzir a síntese de colágeno e elastina. Onde encontrar: Ionto Bio Skin e Gel Creme Skin Factor.

CG-IGF (Fator de crescimento insulínico)

Reduz e previne linhas e rugas por ativar a geração de novas células cutâneas e aumenta os níveis de colágeno e elastina da pele. Fortalece capilares sanguíneos superficiais e reduz edema. Ativa a proliferação de novas células cutâneas e estimula síntese de fibroblastos, responsáveis pelo suporte da pele, além da produção de novas fibras de colágeno e elastina, possibilitando a reestruturação e reorganização do tecido conjuntivo. Onde encontrar: Gel Creme Skin Factor, Ionto Bio Factor, Drain Active e Body Hidra.

Aquassence

Potente hidratante que promove aumento da expressão gênica de aquaporinas, responsáveis pelo transporte de água entre as células, o que melhora a hidratação da pele e reduz o TEWL (perda de água transepidermal). Também aumenta a expressão de componentes essenciais da matriz extracelular, como colágeno e elastina, proporcionando redensificação da derme e epiderme, além de auxiliar no efeito antienvelhecimento. Onde encontrar: Body Hidra.

L-Carnitina

Aminoácido que conduz os ácidos graxos até as mitocôndrias (nossas unidades de energia), de forma a serem metabolizados em energia reutilizável pelo organismo. A L-Carnitina também está envolvida na produção de colágeno e elastina, contribuindo para amenizar irregularidades presentes na camada superficial da pele. Onde encontrar: Body Lipo, Bio Slim Belt e Bio Flex.

Hidroxiprolisilane C

Garante ação regenerante e reestruturante do colágeno e da elastina, agindo sobre o processo de renovação da derme. Onde encontrar: Serun Vitalizante, Serun Acne, Gel Creme Nanocápsulas e Gel Creme Skin Factor.

Raffermine

Previne a degradação das fibras colágenas e de elastina. Aumenta a elasticidade do tecido, prevenindo ou corrigindo as rugas, estrias e flacidez. Revitaliza a matriz extracelular por estimular a síntese de colágeno tipo I, fibrilina-1 e glicosaminoglicanos. Onde encontrar: Tenso Active, Bio Lift, Bio Flex, Serum Vitalize, Body Firm e Creme Área dos Olhos.

Thalaspheras de vitamina C

Possui ação anti-inflamatória e anti-idade, estimulando a síntese de fibras de colágeno e elastina. Possui intensa ação antioxidante que propicia sequestro de radicais livres, amenizando os danos causados pela radiação ultravioleta e retardando o envelhecimento intrínseco. Onde encontrar: Serun Vitalizante e Gel Creme Nanocápsulas.

Extrato de Hera

Ativo propulsor de fibras de elastina, calmante e vasodilatador, que confere hidratação e turgidez. Onde encontrar: Bio Slim Belt, Bio Flex, Serun Equalize, Creme Lipoex, Ultra Gel, Eletrogel.

Todos estes ativos podem ser associados às eletroterapias. As que são capazes de induzir a produção de colágeno também têm potencial para induzir a produção de fibras de elastina, como Luz Intensa Pulsada, Eletrolifting (Galvanopuntura), Vacuoterapia e Microcorrentes, entre outras, que conseguem desestabilizar o tecido cutâneo induzindo a formação de um novo tecido.