6 armas poderosas para dar adeus à celulite

03/03/2016

celuliteA celulite sem dúvida é uma das alterações estéticas corporais que mais incomodam as mulheres, aparecendo até nas que são mais magrinhas e com o corpo “em dia”. Para lidar com essa situação que atormenta tanto o público feminino, muitas acham que esconder o problema é a melhor alternativa. Então usam saída de praia que cobre o bumbum, roupas compridas e nada que possa marcar no tecido aqueles furinhos que insistem em dar o ar da graça.

Mas existe sim prevenção e tratamentos que auxiliam na melhora desse aspecto “casca de laranja” como muitos falam. Nos listamos algumas dicas essenciais que vão ajuda-la nesse processo. Mas antes disso, que tal conhecer e entender um pouco mais sobre essa alteração inestética? Assim você deixará de vê-la como uma terrível inimiga e será muito mais fácil combatê-la.

celulite3A celulite é definida pela retenção de líquido, pelo endurecimento do tecido e pela presença de depressões na pele, que dão o aspecto visual tipo casca de laranja que comentamos. Ela pode aparecer por diversas razões, como má alimentação, alterações hormonais, tipo de vestuário, má alimentação, acúmulo de gordura, entre outras. Entre os fatores genéticos, se destacam sexo, etnia, biotipo corporal e distribuição de gordura, já entre os epigenéticos (hábitos e influência externa do meio) estão a alimentação inadequada, sedentarismo e estresse.

De acordo com o portal da Sociedade Brasileira de Dermatologia, ela é caracterizada pelo aspecto ondulado da pele em algumas áreas do corpo, como quadris, coxas e bumbum, geralmente locais em que o acúmulo de gordura se dá sobre a influência do estrogênio, hormônio feminino. Mas não se engane, ela também atinge mulheres magras! Os números são assustadores, indo de 85% a 98% das mulheres após a puberdade, em diversos níveis da alteração.

celulite2Os graus de celulite variam do 1 ao 4, e vão desde aqueles em que as depressões (os furinhos) só aparecem quando há contração do músculo ou pinçamento do tecido, até às ondulações espontâneas, com nodulações sempre visíveis.

1 – Alimentação saudável
Mantenha uma dieta equilibrada, evitando o consumo de itens industrializados, refrigerante, bem como açúcar e carboidrato em excesso.  Ah, e beba bastante água para manter o corpo sempre hidratado.

2 – Atividade física
Adote o hábito de praticar exercícios físicos regularmente, ainda que seja apenas uma caminhada. Isso ajudará a melhorar o metabolismo e a eliminação de toxinas.

3 – Drenagem linfática
Procure um profissional de saúde estética capacitado e realize sessões de drenagem linfática manual pelo menos a cada 15 dias. O procedimento ajudará a diminuir a retenção de líquidos, melhorando a circulação e ajudando no efeito detox por eliminar o excesso de toxinas presentes no organismo.

4 – Cosméticos com ativos adequados
Quando falamos na escolha adequada do cosmético não estamos falando apenas da melhor marca, embalagem ou aquele que “promete” melhores resultados. É preciso estar atento a detalhes que vão além mas que fazem toda a diferença. Além de praticar exercícios físicos, manter uma dieta balanceada e a hidratação em dia, uma das maneiras de combater a celulite é por meio dos cosméticos com ativos específicos para esse tratamento, como os que estimulam a circulação local, ação drenante, alívio de edemas e também os que auxiliam na eliminação da gordura. Alguns deles são a Cafeína, Nano 3C (blend de óleos termogênicos – cártamo, coco e cravo), Slimbuster H, Eco Minceur, Lipout, Lipolysse e extratos como de arnica, algas marinhas, centella asiática e castanha-da-índia.

5 – Cosméticos sem parabenos
Um ponto muito importante é que os produtos de tratamento para celulite devem ser livres de parabenos. Os níveis de hormônios, quando sofrem oscilações, podem dar origem a alterações cutâneas, entre elas a celulite. E estudos mostram que além de potencial estrogênico, os parabenos apresentam ação uterotrófica, ou seja, podem apresentar efeitos tóxicos sobre o sistema endócrino interferindo com a regulação hormonal e no sistema reprodutor. Eles são contraindicados pois é como se você estivesse tratando a alteração justamente com o que a provoca, o que por si só já é contraditório.

E se está comprovado que no organismo os parabenos se comportam como o estrogênio, provocando os mesmos efeitos nocivos, por questões de segurança e prevenção, a indicação é riscar do seu dia a dia qualquer produto que tenha essa substância. Para identificar a presença desse componente na formulação procure por: methylparaben, propylparaben, ethylparaben, isobutylparaben, butylparaben, benzylparaben e isopropylparaben. Algumas opções de conservantes já adotadas pelo mercado são o phenoxyethanol, methylisothiazolinone, caprylyl glycol, potassium sorbate, entre outros.

6 – Nutricosméticos termogênicos
Invista na potencialização do tratamento tópico utilizando nutricosméticos com ação termogênica, que promoverão aumento de metabolismo, proporcionando assim melhora no aspecto da celulite.