Como aumentar o bem estar na gravidez

08/03/2016

gravidez-buona-vita

É um pouco óbvio mencionar, mas se você pretende engravidar em breve e, principalmente se você já estiver grávida, manter uma alimentação balanceada e hábitos de vida saudáveis é de extrema importância para manter a sua saúde e do bebê em dia. Além disso, uma mãe bem nutrida garante o sucesso da gestação e o crescimento saudável do feto, que terá menores chances de desenvolver doenças na vida adulta.

Para começar, a mãe deve influenciar positivamente na epigenética do bebê, pois é ela quem determina como se expressarão os genes dele.

Elimine a ingestão de bebidas alcoólicas e o uso do tabaco. Procure livrar-se também de outras toxinas que podem fazer mal ao feto, como: ftalato (encontrado em plásticos e em alguns cosméticos; metilatos (das salsichas); Bisfenol-A (encontrado nos plásticos, principalmente quando aquecidos); agrotóxicos (prefira alimentos orgânicos); mercúrio e radiações. Prefira também, produtos cosméticos com bases biocompatíveis, sem óleo mineral, parafina, parabenos, propilenoglicol e conservantes liberadores de formol, que podem fazer mal tanto para a mãe quanto para o bebê.

Pensando na alimentação, a nova mamãe deve preferir substituir alguns alimentos que podem fazer mal ao feto. O café e outros alimentos que possuam cafeína, como alguns refrigerantes e chás, por exemplo, devem ser evitados, principalmente no primeiro trimestre de gravidez, quando o risco de aborto é maior. A partir do segundo trimestre, não consuma mais de 200mg de cafeína por dia. Os peixes, apesar de serem uma fonte de gordura boa, podem conter substâncias contaminantes, como o mercúrio. Prefira os peixes selvagens, de pequeno porte e consuma a carne de longe da cabeça, preferencialmente assada, que deve conter menos vestígios de contaminações.

Veja abaixo algumas dicas simples que vão garantir o sucesso desta jornada da gestação.

– Faça de 5 a 6 refeições por dia. Duas principais e outros lanches nos intervalos;

– Durante a gravidez, consuma alimentos ricos em ácido fólico (espinafre, leveduras, lentilha, feijões e soja), ele tem efeito na formação do DNA do bebê;

– Procure diminuir a ingestão de alimentos com alto índice glicêmico, como frituras, sorvetes, chocolate ao leite, balas e chicletes. Níveis estáveis de glicose no sangue ajudam na diminuição dos enjoos;

– Procure ler o rótulo dos seus cosméticos e informar-se se podem ser usados na gravidez;

– Tratamentos com profissionais, como massagens relaxantes e drenagem linfática são muito indicados neste período;

– Tome pelo menos dois litros de água por dia;

– Não abra mão dos exercícios físicos. Prefira os de baixa intensidade e pratique com a ajuda de um profissional;

– Aumente a ingestão de fibras. Coma frutas com casca, bagaço, sementes e verduras cruas;

– Aplique diariamente na barriga cremes ou óleos que auxiliem na prevenção de estrias e flacidez, como o óleo de rosa mosqueta ou Bio Lift, por exemplo;

– Este não é o momento de fazer tratamentos estéticos para redução de gordura. Aguarde o parto e a liberação do seu médico.Livro-gravidez

Além de tudo isso, indicamos a leitura do livro “Gestantes: Cuidados estéticos durante a gravidez”, da nossa querida Isabel Piatti. Nele você entenderá as mudanças que ocorrem no corpo mês após mês e terá muitas dicas de cuidados estéticos e alimentação adequada durante estes meses. Para as profissionais da saúde estética, Isabel fotografou passo a passos detalhados de protocolos maravilhosos para o atendimento das futuras mamães.