Peelings com ácidos – 3R’s da Beleza: Rejuvenescer, reluzir e renovar

24/05/2016

peeling-acidos-buona-vita-02

assinatura-by-isabel

Olá profissionais da Saúde Estética. Nós, profissionais de saúde estética, que conhecemos a realidade de um trabalho em cabine, sabemos o quanto os tratamentos com ácidos agradam nossos clientes. Os peelings são verdadeiros “queridinhos” da estética. E não é à toa, pois esse procedimento pode ser associado a diversos protocolos, nos mais diferentes tratamentos estéticos, como rejuvenescimento, manchas, sequelas de acnes e cicatrizes, estrias, renovação celular. Esses são apenas alguns exemplos de como o peeling com ácidos na estética vai ajudar você e seu cliente a conquistar os 3R’s da beleza – rejuvenescer, reluzir e renovar.

Os protocolos com peeling estão entre os mais procurados tanto pelos benefícios que proporcionam para a aparência geral da pele, quanto pela potencialização de resultados quando associados a outros tratamentos, principalmente por melhorarem a permeação de ativos. Hoje, graças a novos avanços na cosmetologia, você profissional pode trabalhar com o peeling durante o ano inteiro, com resultados efetivos, segurança e menos agressão à pele do cliente, bastando para isso fazer a escolha adequada para cada caso.

O processo de renovação da pele é constante e ocorre de maneira natural, mas, com o avanço da idade ele diminui e, aliado a outros fatores, resulta em manchas, flacidez e rugas. O peeling é justamente a ação de promover, de maneira controlada, uma renovação da pele, a partir de uma esfoliação que resulta em descamação cutânea e sua posterior renovação/regeneração.

Em cabine podem ser realizados peelings de ação superficial. Os produtos cosméticos utilizados devem ter liberação pelo Ministério da Saúde e devem ser usados por profissionais qualificados. De acordo com a Câmara Técnica de Cosméticos (CATEC) e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) o máximo para uso seguro em cabine no caso dos AHA’s industrializados é de 10% e pH mínimo de 3,5, garantindo assim um respaldo legal, além de enaltecer o profissionalismo de quem atua na área. Para a Anvisa, o pH correto pode evitar sequelas como cicatrizes, discromias, hipercromias e até mesmo infecções.

O ácido salicílico, com dosagem permitida de até 2% em cosméticos, além de propriedades semelhantes às dos AHA’s, apresenta também função antimicrobiana, ação bacteriostática e fungicida. Alguns ativos consagrados em dermatologia, como o ácido retinoico e o fenol, por exemplo, são proibidos em cosméticos. Outro ponto importante é observar o tamanho da embalagem e o rendimento do produto, para determinar a relação custo-benefício.

skin-reveal-antes-e-depois-coloOs peelings cosméticos atuam por mecanismo físico/mecânico, químico ou enzimático, levando à microdescamação e consequente renovação do tecido, deixando a pele mais lisa, homogênea e elástica. De um modo geral, os peelings, em especial os químicos, são contraindicados em casos de cicatrizes hipertróficas/formação de queloides, herpes, eritema persistente, escoriações, histórico de hiperpigmentação pós-inflamatória permanente, lesões/ferimentos e peles altamente sensíveis ou sensibilizadas por algum procedimento.

Conforme o tipo de produto utilizado, também deve ser analisado o fototipo e se a paciente é gestante, entre outras particularidades de cada substância. A frequência de aplicação e o tempo de exposição variam de acordo com o grau da alteração inestética, o tipo de peeling e a sensibilidade da pele. Fique sempre atento às reações, resposta ao tratamento e aos resultados alcançados após cada aplicação, que vão variar para cada indivíduo.

Para o tratamento, indica-se iniciar a preparação da pele com um pré-peeling contendo ácidos salicílico e pirúvico. Na sequência, uma possibilidade é o uso de um cosmético com sinergia dos ácidos kójico, láctico e tranexâmico ou de gluconolactona em associação com os ácidos ferúlico, mandélico, salicílico e pirúvico. E, para finalizar, uma máscara contendo niacinamida, pumpkim enzyme, renew zyme, revinage e syn white. Essas composições são uma novidade que o mercado cosmético está lançando visando a multifuncionalidade nos tratamentos estéticos que tem como objetivo os 3R’s da beleza – rejuvenescer, reluzir e renovar.

Para os cuidados home care pós-peeling podem ser indicados ativos como o aquassence, quiditat, D pantenol, aloe vera, alantoína e hygeaphós, além de ativos antiage, como Fatores de Crescimento, hidroxiprolisilane CN, coenzima Q10, dragosine, raffermine, phycojuvenine, vitamina A, neuroxyl NP, entre outros.

Conheça melhor a função dos ativos

Esferas vulcânicas – esfoliante físico de origem 100% natural, com ação suave sobre a pele, reduzindo barreira cutânea para melhor absorção de ativos. Alternativa ecológica ao polietileno sextavado (que também não provoca lesões na pele, mas é considerado poluente) e às sementes de frutas que, embora sejam naturais, agridem a pele.

Ácido Glicólico – promove hidratação, ação esfoliante e diminuição da espessura da camada córnea. Precisa ser neutralizado após a aplicação pois, se não controlado, pode ocorrer frost, que é a maior penetração na pele, de forma irregular, passando da vermelhidão para uma tonalidade esbranquiçada. Não deve ser utilizado em fototipos altos – IV, V e VI e gestantes.

Biofruits – composto de alfa-hidroxiácidos (AHA’s) naturais – lático, cítrico, glicólico e málico) que promove remoção das células mortas.

Ácido Mandélico – favorece efeito uniforme, tem menor potencial de irritação e pode ser utilizado em qualquer época do ano para todos os fototipos, inclusive os altos, e em gestantes. No caso de manchas, atua também na inibição da síntese de melanina e na que já está depositada na pele.

Pumpkin Enzyme – enzimas da abóbora que atuam removendo as camadas de células danificadas e células mortas, resultando em renovação, redução de manchas, tonalidade mais uniforme e pele mais lisa e macia ao toque. Pode ser usado em todos os fototipos e em gestantes, em qualquer época do ano.

Renew Zyme – ativo da romã, que promove renovação celular, hidratação imediata e estímulo à produção de colágeno. Possui propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes e emolientes. Pode ser usado em todos os fototipos e em gestantes, em qualquer época do ano.

Ácido Salicílico – melhora a textura da pele, atuando como esfoliante na superfície do tecido e dentro dos poros. Favorece a remoção de células mortas e refina a textura da pele, possui ação antisséptica moderada, sendo indicado para todos fototipos e tipos de pele, em especial as oleosas e acneicas.

Ácido Pirúvico – ação queratolítica, antimicrobiana, seborreguladora e estimula a produção de novas fibras de colágeno e elastina.

Ácido Kójico – ação antioxidante e despigmentante, minimizando a formação de melanina.

Ácido Láctico – inibe a síntese de tirosinase, reduzindo a formação de melanina, efeito regenerador e rejuvenescedor.

Ácido Tranexâmico – indicado para tratamento de manchas e melasmas, por atuar na síntese de melanina, reduzindo a ação do melanócito.

Ácido Ferúlico – poderoso antioxidante, inibe a formação de melanina, neutraliza os radicais livres gerados pelo sol, poluição ambiental, cigarros e estresse.

Gluconolactona – renovador celular, hidratante e antioxidante, reforça a função de barreira da pele. Não induz à fotossensibilização, atua contra o fotoenvelhecimento e no tratamento da acne.

Extrato de Grapefruit – promove esfoliação suave, ajuda a remover células pigmentadas.

Ativos pós-peeling

Aquassence – potente hidratante, aumenta a expressão de colágeno, elastina e glicosaminoglicanas, auxiliando no efeito antienvelhecimento.

Quiditat – ação hidratante e extraordinária capacidade de estimular o crescimento de fibroblastos, aumentando o nível de colágeno do tipo I na pele.

D pantenol – agente hidratante e estimulante da epitelização, contribui para deixar a pele mais suave e elástica.

Aloe Vera – dermoprotetor, hidratante e suavizante. Ação antisséptica e anti-inflamatória.

Alantoína – renovador celular, cicatrizante, calmante e revitalizante.

Hygeaphós – reduz a oleosidade excessiva, minimiza o entupimento dos poros, efeito antifoliculite.

MSS 500: Absorvedor de oleosidade.

 isabel-piatti-03 Isabel Piatti – Profissional Aisthesis. Técnica em Estética. Graduada em Tecnologia de Estética e Imagem Pessoal. Especialista em Cosmetologia. Especialização em Escolas de Estética e Terapias Alternativas na Europa, na área Facial, Corporal e Bem-Estar. Palestrante no VI Congresso Mundial de Medicina Estética da IAAM/ASIME, 2009, em São Paulo. Palestrante no 8° Congresso Internacional de Medicina Estética e Cirurgia Cosmética em Guaiaquil, Equador, em 2011. Palestrante em Congressos de Estética e Cosmetologia pelo Brasil. Diretora de Treinamentos da Buona Vita Cosméticos. Coordenadora do Departamento de P&D da Buona Vita Cosméticos. Consultora técnica de revistas e sites da área de Beleza e Estética. Autora do Livro ‘Biossegurança Estética & Imagem Pessoal – Formalização do Estabelecimento, Exigências da Vigilância Sanitária em Biossegurança’ e   ‘Gestantes: Cuidados Estéticos Durante a Gravidez’. isabel@buonavita.com.br

  • Celma Bonan

    Gostaria de receber a tabela de preços. Muito bom o resultado

  • vera luiza moreira

    Eu tambem gostaria de receber a tabela de preços.
    Obrigada

  • Adriana Policarpo

    Olá! Por favor me mandem a tabela de preços. Obrigada

  • Tábata

    Gostaria de receber a tabela de preços! Obrigada!

    • Bom dia Tábata, tudo bem?
      Você pode entrar em contato conosco pelo Facebook, ou por nosso Whatsapp: (41) 9-9991-2356 .
      Obrigado

  • Ana Mercês

    Boa noite. Gostaria de receber tabela com preços! Obrigada.