Como fazer seu cosmético durar mais

26/07/2016

marcelo-reis-perillo-anvisa-mauwiyofrx5vvevj7iuusltrpwofhb7zpqim28yvwaOs cosméticos têm papel fundamental nos tratamentos estéticos e dão uma super força para deixar nossa pele mais bonita e o corpo em dia, e o correto manuseio do produto é fundamental, pois ajuda na sua conservação. E se você é daqueles que já se perguntou como fazer o cosmético durar mais, saiba que todo produto possui uma data de validade, que deve ser obrigatoriamente respeitada. Usar produto vencido, nem pensar! Então quando falamos em fazer o cosmético durar mais, não quer dizer, necessariamente, que ele vai poder ser utilizado além da sua validade, mas sim que os cuidados corretos com o manuseio e armazenamento vão ajudar a manter a integridade do produto pelo tempo indicado, sem riscos de danos para o usuário.

Brown hair woman in cosmetics department holding bottle of shampoo

Na verdade, a primeira medida de segurança a ser tomada já começa na compra do cosmético, quando se deve observar na embalagem a data de validade, o número do lote, a resolução e o seu registro junto ao Ministério da Saúde, informações exigidas pela Anvisa e que representam uma garantia para o consumidor. Passada essa etapa, é hora de atentar-se à armazenagem, seja na clínica de estética onde o cliente vai realizar seu tratamento, seja em casa, onde utilizará o produto para manutenção e potencialização dos resultados. Nesse caso, a primeira dica é de se guardar os cosméticos em locais protegidos da incidência da luz excessiva e que não estejam sujeitos a variações bruscas de temperatura, o que contribui para a sua maior durabilidade.

Outra recomendação para garantir a integridade do cosmético, refere-se ao uso de utensílios devidamente desinfetados e esterilizados para o manuseio dos produtos por parte do profissional de saúde estética que realizará o protocolo, além do uso de descartáveis, durante a aplicação dos produtos. Aqui entra em cena a biossegurança, que abrange desde essa desinfecção e esterilização dos acessórios, assepsia das mãos, passando também pelo descarte correto de resíduos e utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s – entre eles luvas, óculos, touca, máscara e jaleco) que, contribuem para reduzir os processos de contaminação dos cosméticos no momento de sua utilização.

2013112502-300x280O profissional de saúde estética nunca deve deixar as embalagens abertas por muito tempo, pois isso aumenta as chances de contaminação do cosmético por micro-organismos presentes no ambiente, dica que vale também para o consumidor que utiliza um cosmético em casa. Por isso, quando o produto não oferecer por exemplo a válvula de dosagem, o ideal é separar em outro recipiente apenas a quantidade que será utilizada para aquela aplicação.

Antes de retirar o produto do frasco original, com o auxílio de espátula descartável, é preciso observar a extensão da área a ser tratada para avaliar o quanto de produto será necessário, evitando assim o desperdício, lembrando que em caso de transferência do produto para uma cubeta, ela deverá estar devidamente desinfetada. Mas, em caso de sobra, o descarte no lixo é a opção mais adequada. O produto não deve ser devolvido à embalagem original, evitando possível contaminação que pode acarretar na alteração das propriedades do produto, bem como interferir na segurança de uso, já que o cosmético contaminado oferece mais riscos de alergias e de outras reações indesejadas na pele.

poteQuem está utilizando um cosmético em casa, também deve seguir à risca as recomendações: não retirar o produto do frasco diretamente com a mão, caso a embalagem não permita uma dosagem/fracionamento sem contato direto com o produto; utilizar sempre espátulas descartáveis ou devidamente higienizadas; e nada de devolver produto novamente para a embalagem original! Outra dica importante é de guardar em lugar livre de umidade e longe da iluminação excessiva. Ou seja, o banheiro pode não ser o lugar mais adequado para você guardar aquele seu creme favorito. Fique de olho!

Este material é de autoria de Buona Vita e está protegido sob a Lei de Direitos autorais. A sua reprodução total ou parcial é permitida, desde que na sua forma original sem qualquer tipo de adulteração ou alteração, sendo obrigatório a citação do nome do autor, sua obra e fonte de veiculação. O descumprimento destas condições ensejará ao infrator as penalidades cíveis e criminais cabíveis. 

 

  • Recicle frascos.Recicle os frascos logo ou falência em breve.Vendedor de matéria prima não que reciclagem de nada que é útil.Aviso:Produza muito dinheiro antes de comprar os frascos.Tem frasco de 1 Bilhão de Reais.Pode crêr.Matéria prima está acabando.