Como tratar a foliculite e acne nos homens

25/08/2016

barbaO rosto é uma região do corpo que está sempre exposta e chama bastante a atenção. Para os homens, é super importante manter os cuidados sempre em dia, seja pela aparência e vaidade ou até mesmo por questões de saúde. Porém algumas alterações inestéticas podem atrapalhar um pouco o dia a dia. A foliculite é uma delas. Essa alteração consiste em um tipo de lesão/inflamação da pele que, em alguns casos, pode ser confundida facilmente com a acne, principalmente no público masculino, porém os tratamentos para as duas alterações são diferentes.

Essa confusão ocorre porque a foliculite aparece como pequenas espinhas vermelhas, de ponta branca, ao redor dos folículos pilosos, com ou sem pus. Sua presença se dá justamente pela infecção desses folículos, causada principalmente por bactérias, entre outras razões, sendo comum após a depilação e o barbear ou uso de roupas muito apertadas, ou seja, é super comum entre os homens, principalmente no rosto, após fazer a barba.

Na maioria das vezes é apenas superficial, provocando coceira e sensibilidade, mas pode até causar dor. Nos casos mais leves é comum desaparecer por conta própria, mas se o quadro se agrava ou se torna recorrente, o tratamento profissional é a melhor alternativa. Quando de característica profunda, pode levar à formação de furúnculos, com maior chance de cicatrizes. Além de atingir a face, também costuma aparecer no couro cabeludo, costas, pescoço, pernas e axilas.

Conheça alguns tipos:

Estafilocócica – considerada um tipo comum, a inflamação é causada pela bactéria staphylococcus aureus (estafilococos) em qualquer região do corpo que possua pelos, depois de sua entrada através de um corte ou ferimento na pele. Quando no rosto, é conhecida como coceira do barbeiro.

Banheira quente/por pseudômonas – ocorre quando as bactérias do tipo pseudômonas aeruginosa se desenvolvem em ambientes com água em que há desajuste de pH e nível de cloro, como banheiras de hidromassagem, atingindo as partes do corpo que ficam úmidas por mais tempo.

tratamento-masculinoPseudofoliculite da barba – inflamação dos folículos pilosos na região do barbear, quando a ponta do pelo, ao crescer, se curva e penetra na pele, levando a um processo inflamatório, que pode deixar cicatrizes. É comum na face e no pescoço. Os especialistas indicam técnicas que previnem o entupimento dos poros, entre elas limpeza de pele e uso de hidratantes sem agentes tamponantes, como o óleo mineral. Outra dica é proceder com o barbear no sentido de crescimento dos pelos, usando água morna e massagem para que os pelos fiquem mais macios.

Pitirospórica – causada por um fungo, é comum em adolescentes e homens adultos. Pode atingir costas, peito, pescoço, ombros, braços e rosto.

Sycosis barba – ocorre exclusivamente na área da barba, após o barbear. Caracterizada por pequenas inflamações que aparecem no lábio superior, queixo e região mandibular. Pode ser recorrente naqueles homens em que o barbear é contínuo.

Gram-negativo – se desenvolve pelo uso prolongado de antibióticos, como no tratamento de acne, em que há alteração do equilíbrio normal da pele, levando ao desenvolvimento de bactérias gram-negativas. Aparece principalmente no nariz, mas pode se espalhar pelo rosto, no entanto, costuma desaparecer após a descontinuação medicamentosa.

Acne
Os casos de acne, que também se caracteriza por um tipo de inflamação na pele, têm ligação direta com a ação das glândulas sebáceas, seja por desequilíbrio hormonal, aumento na oleosidade e até por fatores hereditários. É mais comum no rosto, tórax, costas e parte superior dos braços. A inflamação se dá depois que a bactéria propionibacterium acnes, presente na pele, entra no poro e provoca tamponamento, levando à formação de comedões e, posteriormente, as chamadas espinhas.

No caso da acne, a produção excessiva de sebo é a principal causa, provocando irritação e ação comedogênica (obstrução dos poros). O tratamento envolve limpeza diária da pele, porém não em excesso, para que não seja tirada a camada de proteção da pele e nem se provoque efeito rebote, estimulando ainda mais a produção sebácea. A limpeza, equilíbrio de pH, hidratação, proteção solar e tratamento pontual devem ser feitos com produtos específicos, oil free e com ativos como erva doce, ácido salicílico, alantoína, zinco, alfa bisabolol, Hamamélis, enxofre líquido, gluconolactona e o composto acnebiol.

Estudo de caso – Acne
O estudo de caso a seguir foi realizado com o voluntário R.C.S., de 25 anos, diagnosticado com acne nódulo cística e histórico de uso de isotretinoína. O protocolo seguido foi: higienização (Higisystem Buona Vita); reequilíbrio do pH (Loção Normalizadora Buona Vita); tratamento (Máscara de Argila Pele Oleosa Buona Vita, dissolvida em Máscara Descongestionante Buona Vita, por 20 minutos); finalização (Serun Acne e protetor solar Hidra Milk Sun). Uso home care: Sabonete Líquido de Erva Doce, Loção Normalizadora, Serun Acne e nutricosmético Control Acne (Keep Up). Resultado de antes e depois de 5 sessões (tratamento em andamento).

Acne- antes e depois

Este material é de autoria de Buona Vita e está protegido sob a Lei de Direitos autorais. A sua reprodução total ou parcial é permitida, desde que na sua forma original sem qualquer tipo de adulteração ou alteração, sendo obrigatório a citação do nome do autor, sua obra e fonte de veiculação. O descumprimento destas condições ensejará ao infrator as penalidades cíveis e criminais cabíveis.