Cosmética biomimética

14/09/2016

O que são cosméticos biomiméticos? Você já ouviu falar em produtos ou ativos biomiméticos? 

estudosO nome biomimético foi inventado por Otto Schmitt, lá pelos idos dos anos de 1950.  Ela é considerada como uma área relativamente nova área da ciência e tem como objetivo estudar as estruturas biológicas e das suas funções, sempre em busca de solução para as mais variadas áreas, como engenharia, Arquitetura, Biologia, Química, Cosmética, Medicina, entre outros. Em cosmetologia, estudos têm mostrado que a utilização de fórmulas biomiméticas, como em cremes faciais, por exemplo, minimiza a irritação e aumenta efetivamente a hidratação da pele. Nos produtos, a indústria pode utilizar peptídeos biomiméticos a fim de desempenharem funções semelhantes às do organismo, todos vetorizados em lipossomas ou nanocápsulas, para liberação gradativa de ativos, garantindo sua integridade, levando muitos benefícios aos consumidores, como a obtenção de melhores resultados.

peptideosOs peptídeos encontram-se na forma mais concentrada que os Fatores de Crescimento, mas tanto um quanto outro podem ser descritos como citosinas produzidas por células do tecido, sendo responsáveis pelo processo de ‘comunicação celular’, que permite aos tecidos desempenharem a sua função. Com o processo do envelhecimento e por decorrência de algumas doenças, a produção de peptídeos e Fatores de Crescimento é diminuída e, com ela, a fisiologia do tecido fica comprometida.

Quando vetorizados, o que lhes conferem rápida absorção, e sendo biomiméticos, os peptídeos atuam rapidamente na pele. Existem peptídeos que agem estimulando fibroblastos a recuperarem a sua capacidade de síntese, outros que são responsáveis por iniciar o processo de cicatrização, estimular a produção de matriz extracelular, promover angiogênese no folículo capilar e desta forma revitalizar e nutrir o couro cabeludo, ou mesmo provocar ação lipolítica, sendo aplicados no combate à celulite. Já os peptídeos dermodescontrácteis agem reduzindo a incidência de rugas e linhas de expressão.

ativos-cosmeticosOs peptídeos biomiméticos são estruturalmente idênticos aos presentes na pele e atuam sobre os mecanismos fisiológicos com alta especificidade, em concentrações muito baixas e com uma pureza excelente à segurança. Além disso, apresentam baixo risco de sensibilização, têm excelente penetração na pele e com ações biológicas definidas. Atuam diretamente no tecido da pele através de receptores. A relevância dos peptídeos com relação a produtos cosméticos está relacionada com a obtenção de peptídeos biomiméticos, que atuam como verdadeiros sinalizadores, antioxidantes e estimuladores enzimáticos, podendo ser nanoencapsulados, o que aumenta a estabilidade e a biodisponibilidade.

Exemplos:

B-White: clareador com inovador mecanismo de ação. Inibe tanto a pigmentação constitutiva (genética) quanto a facultativa (fotoexposição).

Carnosine: peptídeo de última geração, com ação antiaging completa. Antiglicante combate as reações de cross-linking.

TGP-2 peptídeo:  ação despigmentante retarda o crescimento de pelos e anti-inflamatório.

Matryxil Sinthe 6: preenchedor de rugas, uniformiza o relevo cutâneo, estimula a síntese de colágeno I, III e IV, fibronectina, ácido hialurônico e laminina 5.

IDP2 Peptídeo: único do mercado que atua na epiderme, derme e tela subcutânea, promovendo o preenchimento de dentro para fora das camadas.

Syn Coll: imita o mecanismo do corpo para produzir colágeno. De alta penetração, remove rugas e repara marcas de expressão.

CG-EGF (Fator de Crescimento Epidermal): promove turnover celular, acelerando o processo de renovação. Reduz e previne linhas e rugas, devolve a uniformidade no tom da pele, promove vitalidade e energia.

CG-IGF (Fator de Crescimento Insulínico): aumenta os níveis de colágeno e elastina atuando em linhas e rugas, reduz manchas avermelhadas, fortalece os cabelos estimulando fios mais densos e fortes.

CG-VEGF (Fator de Crescimento Vascular): estimula a angiogênese (novos capilares sanguíneos), melhorando a irrigação tecidual e facilita a nutrição do folículo capilar, estimulando seu crescimento.

B-FGF (Fator de Crescimento Fibroblástico básico): estimula os fibroblastos, prevenindo e reduzindo linhas e rugas, repara cicatrizes e escoriações e fortalece a elasticidade cutânea.

Olivem 1000: reestruturante biomimético da pele, com certificação Ecocert. Mimetiza as funções fisiológicas da pele, melhorando a integridade da função barreira e promovendo maciez e suavidade.

Neuroxyl NP: Previne a degeneração da comunicação entre os neurônios, o que resulta no aumento da sobrevivência de células nervosas e consequente melhora da diferenciação celular. Neuropeptídeos biomiméticos, possuem ação preventiva e reparadora sobre vários mecanismos degenerativos envolvidos no sistema nervoso cutâneo, ou seja, previnem o aumento da sensibilidade cutânea relacionada com o envelhecimento, o desequilíbrio da função imunológica, o aparecimento de pigmentação anormal e pele seca e desidratada. Como resultado obtem-se a melhora da aparência global da pele envelhecida.

Referências:
http://www.scielo.br/pdf/po/v20n1/aop_pol_0497.pdf
http://revistapesquisa.fapesp.br/wp-content/uploads/2009/12/064-067-166.pdf?21ef9d
http://www.cosmeticaemfoco.com.br/2016/06/biomimetizacao-copiar-a-natureza-nunca-foi-tao-inovador.html
http://siaibib01.univali.br/pdf/Aidiane%20Emiliano,%20Fatima%20Guimaraes.pdf
http://www.esteticamedica.info/noticias/val/52-37/biopeptidos-y-peptidos-biomimeticos.html
http://biblioteca.versila.com/2737725/estudio-de-metodos-de-aproximacion-y-el-uso-de-analogias-con-el-desarrollo-de-textiles-biomimeticos
http://www.diadermine.pt/diadermine/pt/pt/home/dicas-truques/faq-respostas-dos-nossos-especialistas/a-biomimetica-imita-sistemas-biologicos-naturais-utilizando-o.html
http://www.innovacion.gob.sv/inventa/attachments/article/9375/Biomimetica%20una%20tecnolog%C3%ADa%20sostenible.pdf
http://www.maxpressnet.com.br/Conteudo/1,696645,Genetica_e_Epigenetica_revolucionam_mercado_de_cosmeticos,696645,6.htm