Tônus de Mama – Com tudo em cima! Como ter seios firmes e empinados sem cirurgia.

14/10/2016

Seios Empinados

assinatura-by-isabel

Olá profissionais da Saúde Estética, a busca por alcançar os padrões de beleza muitas vezes impostos por nossa sociedade é mesmo incansável e vemos essa realidade diariamente em nossos atendimentos. Na ânsia de conquistar o corpo perfeito, muitas mulheres recorrem inclusive à cirurgia plástica e quando se fala em conseguir os seios perfeitos, firmes e bonitos, não é diferente. Geralmente essa é a alternativa mais procurada para se chegar aos resultados rapidamente. Mas você sabia que, com os tratamentos estéticos, também é possível conquistar resultados excelentes e sem correr os riscos do procedimento cirúrgico? Confira a seguir nossa sugestão para tonificação de mamas.

As mamas, também chamadas popularmente de seios, estão localizadas sobre a região do músculo peitoral e são consideradas o principal símbolo de feminilidade. Em estética, o trabalho relacionado às mamas geralmente está relacionada à ptose, ou popularmente conhecida como flacidez (de pele e de músculo), por isso nosso foco aqui é a tonificação, com ativos cosméticos que tenham como foco a flacidez tissular (de pele) e muscular.

Entre os componentes que constituem a estrutura da mama estão o tecido adiposo (gordura) e o tecido conjuntivo (formado por colágeno e elastina). Por isso o tratamento estético para tonificação de mamas inclui, além de uma boa massagem modeladora, a ginástica isométrica e também a associação da nutrição estética, para potencializar os resultados do uso de cosméticos tópicos nesse tipo de flacidez. E a flacidez, por sua vez, nada mais é que um processo lento e progressivo que faz com que as fibras de sustentação presentes na nossa pele (justamente as fibras de colágeno e elastina) percam força com o passar do tempo, sendo esse processo do envelhecimento natural sua principal causa, resultando em diminuição da produção de colágeno e, consequentemente, diminuição da firmeza da pele e do tônus muscular, dando aos seios aquela aparência mais caída, flácida. A intervenção estética busca justamente diminuir os efeitos desse processo natural de envelhecimento, fazendo com que haja aumento do tônus da pele e do músculo, além de corrigir a alteração já instalada desse processo de flacidez.

A flacidez tissular (ou dérmica), que é a de pele, é superficial, afetando o tecido cutâneo. É causada por déficits de substâncias dérmicas, o que nos leva a entender que se eu tenho diminuição da produção de fibra de colágeno e de elastina eu preciso procurar fontes dentro de cosmético tópico e também dentro da nutrição com essa estrutura, que forneçam recursos para a recuperação ou estímulo dos fibroblastos a produzirem mais fibras de colágeno e de elastina.

Já com relação à flacidez muscular, que é considerada do tipo profunda e acomete a musculatura subcutânea, a principal causa está mesmo ligada ao sedentarismo, ou seja, à falta de atividade física. Uma das principais formas de tratar isso é retornando à atividade física, dessa forma se ganha tônus muscular, ocorrendo assim uma hipertrofia e melhorando esse quadro de flacidez, potencializando ainda mais os resultados. Esses dois tipos de flacidez podem ocorrer isoladamente ou associados. O que cabe então a nós, profissionais da área de saúde estética? Realizar um bom prontuário estético e avaliar os dois tipos de flacidez, o quadro que eles se apresentam, o grau que eles se apresentam e direcionar corretamente o tratamento ou a atividade coadjuvante a isso, para se chegar a resultados satisfatórios, que são sim possíveis.

Um dos primeiros passos, e talvez o mais simples quando se fala em tratar a flacidez, é a importância de se manter a hidratação da pele, pois, quanto mais hidratado estiver o tecido, menos aparência de flácido ele terá. Vamos a um exemplo para entender melhor: pense em uma planta. Quando você deixa de regá-la, ela ficará murcha, e essa aparência seria uma excelente analogia à pele flácida e enrugada.

Classificação

12934875_1115886488463461_2087703671_n

images

ptose

Avaliação

Para a avaliação epitelial, nós utilizamos o polegar e o indicador para serem o nosso ponto principal de avaliação, formando um tipo de pinça, em que nós conseguiremos avaliar adequadamente a flacidez tissular, ou seja, a flacidez de pele. A forma de pinçar o tecido é sem abrir o dedo, simplesmente pinçando a pele com a ponta dos dedos, sem fazer movimento de abertura. Nesse momento a cliente deve segurar o seio dela como se fosse a alça do sutiã ou o próprio arco do sutiã segurando o seio. A partir do momento que ela faz isso nós teremos disponível a pele na forma correta que ela deveria ser, na altura correta que o mamilo deveria estar (altura da 4ª costela). Com isso você pinça o tecido. Se observar facilidade de pinçar a pele, é sinal de tecido com boa qualidade, caso contrário, o tecido já está um pouco comprometido pela flacidez.

Já na hipotonia muscular (flacidez de músculo) nós vamos solicitar ao cliente que contraia a musculatura da área e, se o músculo se apresentar com mobilidade e o contorno não ficar definido, isso é sinal de flacidez muscular. Se no prontuário estético o cliente informar que é sedentário, só por esse dado a gente já sabe que as chances dos músculos se apresentarem flácidos, pela falta de atividade física, é grande.

Ativos Cosméticos

DMAE: Composto precursor da acetilcolina que exerce efeito tensor na pele, e aumento da contractilidade e adesão celular. Também possui ação antioxidante, hidratante e anti-inflamatória. Proporciona elasticidade, firmeza e tonicidade, tratando estrias e flacidez. Melhora a firmeza e contorno do abdômen, glúteos, parte interna das coxas e parte posterior dos braços.

Raffermine: Revitaliza a matriz extracelular por estimular a síntese de colágeno I, fibrilina-1 e glicosaminoglicanas (moléculas altamente hidrofílicas envolvidas na hidratação e na plasticidade da pele). Aumenta a elasticidade do tecido, prevenindo ou corrigindo as rugas, estrias e flacidez. Previne a degradação das fibras colágenas e de elastina.

Nutripeptídeos: Penetram rapidamente na pele renovando o metabolismo celular, estimulando a proliferação de fibroblastos e reforçando as células de defesa da pele. Ativa a síntese das fibras colágenas.

Exsy-ARL: Ação antipoluição, antiglicante e efeito detox. Mantem a integridade das fibras colágenas melhorando o sistema de defesa da pele e aumentando a capacidade regeneradora das membranas celulares. A sua propriedade quelante de metais de transição evita a toxicidade do ferro.

Óleo Vegetal: Forma um filme protetor permitindo maior retenção hídrica, diminuindo a perda de água por evaporação transepidérmica, melhorando a permeabilidade cutânea. Proporciona toque sedoso e macio à pele. Previne o ressecamento, auxilia no restabelecimento da hidratação da pele, normalizando e reforçando a estrutura do manto hidrolipídico.

Dragosine: Peptídeo antiglicante de última geração, possui a capacidade de se ligar a fibras de colágeno envelhecidas que sofreram processo de glicação e perderam a função, sinalizando ao organismo a necessidade de sua renovação, estimulando a proliferação de fibroblastos com consequente aumento de produção de colágeno e demais proteínas estruturais. Possui como resultado a possibilidade de reverter o fenótipo de senescência e tratar a flacidez.

Pró TG3: Complexo de ativos (Ômegas 3, 6 e 9, Vitamina C e E) com ação firmadora, antioxidante e anti-inflamatória. Promove hidratação profunda e redução de perda transepidermal de água (TEWL), evitando o ressecamento da pele:

Vederine: Ativo inovador com ação Vitamina D Like, atua restaurando as funções dos receptores da Vitamina D lesados pelo processo de envelhecimento.

Argila Lifting Corporal (Silicato de Alumínio, Pectina e Ovo Atomizado): Ação esfoliante, drenante, desintoxicante e efeito tensor.

Colágeno Hidrolisado (nutricosmético): Para tratamento “in”, associado à aplicação tópica de ativos cosméticos. Melhor absorvido quando na versão líquida, em dosagem de 10g diárias, atua como coadjuvante no tratamento de flacidez tissular e envelhecimento precoce.

Confira aqui o passo a passo para Tonificação de Mamas

 

Lembre-se: Estamos no Outubro Rosa – o mês da prevenção do câncer de mama.

Faça seus exames regularmente: a prevenção é o melhor tratamento.

#esteticahumanizada

by-isabel_02

 

Este material é de autoria de Isabel Luiza Piatti e está protegido sob a Lei de Direitos autorais. A sua reprodução total ou parcial é permitida, desde que na sua forma original sem qualquer tipo de adulteração ou alteração, sendo obrigatório a citação do nome do autor, sua obra e fonte de veiculação. O descumprimento destas condições ensejará ao infrator as penalidades cíveis e criminais cabíveis.

 

 isabel-piatti-03 Isabel Piatti – Profissional Aisthesis. Técnica em Estética. Graduada em Tecnologia de Estética e Imagem Pessoal. Especialista em Cosmetologia. Especialização em Escolas de Estética e Terapias Alternativas na Europa, na área Facial, Corporal e Bem-Estar. Palestrante no VI Congresso Mundial de Medicina Estética da IAAM/ASIME, 2009, em São Paulo. Palestrante no 8° Congresso Internacional de Medicina Estética e Cirurgia Cosmética em Guaiaquil, Equador, em 2011. Palestrante em Congressos de Estética e Cosmetologia pelo Brasil. Diretora de Treinamentos da Buona Vita Cosméticos. Coordenadora do Departamento de P&D da Buona Vita Cosméticos. Consultora técnica de revistas e sites da área de Beleza e Estética. Autora do Livro ‘Biossegurança Estética & Imagem Pessoal – Formalização do Estabelecimento, Exigências da Vigilância Sanitária em Biossegurança’ e   ‘Gestantes: Cuidados Estéticos Durante a Gravidez’. isabel@buonavita.com.br