Outubro Rosa e com cosméticos livres de xenobióticos

05/10/2017

No Outubro Rosa, mês de prevenção ao câncer de mama, busque o que é mais seguro o ano todo para cuidar da beleza e da saúde: cosméticos livres de xenobióticos

No mês de outubro, o país inteiro veste o “rosa” em referência à campanha que busca enfatizar a importância da detecção precoce do Câncer de Mama, ação que ficou conhecida como Outubro Rosa. E esse assunto é tão sério que, além de reforçar a importância do autoexame para prevenir a doença, também vale o alerta sobre reduzir a exposição a fatores de risco. E aí entra a questão de fazer escolhas mais seguras e conscientes, por exemplo, quanto ao uso de cosméticos, que devem sempre ser livres de xenobióticos.

Xenobióticos são compostos estranhos ao organismo humano e que podem acarretar sérios prejuízos à saúde, pois têm ação nociva sobre as células, por isso deve-se evitar produtos que contenham essas substâncias em sua composição. Infelizmente eles podem ser encontrados em vários produtos que utilizamos no nosso dia a dia, incluindo cosméticos de tratamento, produtos de beleza e de higiene pessoal, fármacos e até em alguns alimentos. E você só vai descobrir isso se ficar de olho no rótulo, buscando sempre a lista de ingredientes. Entre os mais conhecidos que podem estar presentes em cosméticos estão os conservantes parabenos, liberadores de formol, óleo mineral, parafina e propilenoglicol.

Os conservantes liberadores de formaldeído são considerados tão sensibilizantes e causadores de irritação quanto o próprio formaldeído (formol), de uso proibido no Brasil e identificado como tendo potencial cancerígeno. No caso do propilenoglicol, a principal ocorrência é dermatite de contato. Já o uso do óleo mineral resulta em difícil absorção de nutrientes pela pele, causando tamponamento, além de ser altamente comedogênico (acneico), ocasionando obstrução dos poros e aumento da sensibilidade cutânea. No caso dos parabenos, eles apresentam características estrogênicas, ou seja, agem no organismo como se fossem o estrogênio, um hormônio feminino. Ao serem aplicados na pele, podem ser absorvidos pelo corpo, provocando desregulação endócrina. Muitos estudos mostram a ação nociva dessas substâncias, mas, na dúvida, opte pelo que é mais seguro: Bases Biocompatíveis, livres de xenobióticos.

Então, vale a pena lembrar: exames preventivos são um cuidado que vale para a vida toda. O uso de cosméticos seguros também.

#outubrorosa
#semxenobióticos
#cosmeticoslivresdexenobióticos

Este material é de autoria de Buona Vita e está protegido sob a Lei de Direitos autorais. A sua reprodução total ou parcial é permitida, desde que na sua forma original sem qualquer tipo de adulteração ou alteração, sendo obrigatório a citação do nome do autor, sua obra e fonte de veiculação. O descumprimento destas condições ensejará ao infrator as penalidades cíveis e criminais cabíveis.