Microagulhamento para rugas e ácidos anti-idade.

30/09/2019

Microagulhamento para rugas.

O microagulhamento é uma técnica que pode trazer resultados estéticos incríveis, no corpo e também no rosto. Por isso que, para quem busca um tratamento anti-idade, o microagulhamento para rugas, definitivamente, é uma boa escolha.

Os ácidos antioxidantes e estimuladores de colágeno, juntamente com o microagulhamento, trazem muitos benefícios e bons resultados para a beleza da pele.

Este é uma continuação do blog post da semana passada, onde relatamos um estudo sobre ácido tranexâmico e microagulhamento como tratamento de melasma.

O que é microagulhamento?

Essa técnica tão falada está em alta já faz alguns anos. O microagulhamento utiliza um pequeno equipamento com microagulhas para realizar pequenas fissuras na pele. Os tratamentos em que podemos utilizar o microagulhamento são muitos, sendo o microagulhamento para rugas um dos mais buscados.

Acima de tudo, este tratamento pode ter dois objetivos: ativação do colágeno e elastina, ou o efeito drug delivery.

Este tipo de tratamento utiliza os cosméticos, portanto nós vamos focar neste último.

O efeito drug delivery, traduzido literalmente significa “entrega de drogas”. O microagulhamento, por perfurar a pele com as microagulhas do aparelho, abre o caminho para o cosmético alcançar camadas mais profundas da pele.

Em primeiro lugar, esse efeito possibilita que o ativo carregado pelo cosmético consiga agir de forma mais eficaz na raiz da alteração inestética.

O microagulhamento pode ser aplicado utilizando dois tipos de equipamentos: roller e dermapen.

O roller é um equipamento manual, com um rolo de microagulhas que podem variar de 0,5mm até 3,0mm.

A dermapen é um equipamento elétrico, muito semelhante a uma caneta. Esta oferece uma cicatrização mais rápida, pois as fissuras causadas pelas microagulhas são menores e a pele se recupera com facilidade.

No entanto, sempre é bom lembrar que apenas profissionais capacitados podem utilizar o microagulhamento.

Blend de ácidos + microagulhamento para rugas.

Para aprimorar os resultados, é interessante combinar ativos que complementem o tratamento.

SR3 Solução Reveladora, ideal para microagulhamento para rugas.

Ou essa combinação pode vir preestabelecida em um único produto. É o caso do SR3.

Essa solução inteligente pode ser aplicada em todos os fototipos de pele, e é indicada para tratamentos de renovação celular e de pele, melhorando textura e o relevo cutâneo para conquistar uma aparência mais jovem. O SR3 combate os radicais livres causados por fatores externos, como a poluição, cigarro e sol.

O SR3 é formado por um blend de ácidos que, juntos, aumenta a eficácia do protocolo e promove o rejuvenescimento como resultado.

Ácido ferúlico.

O ácido ferúlico, apesar de ser encontrado em alguns alimentos, é muito associado em cosméticos que buscam o cuidado com a pele a fim de rejuvenescer. O ácido ferúlico é um dos queridinhos em tratamentos anti-idade, por que entre suas funções está o rejuvenescimento de pele.

Ácido mandélico.

O ácido mandélico é derivado de uma fruta chamada amêndoa amarga, e apresenta ação esfoliativa. Principalmente usado para tratar rugas e linhas de expressão, no entanto, também é encontrado em protocolos de hidratação, clareamento e acne.

Esse alfa hidroxiácido possui um peso molecular, leva mais tempo para ser absorvido, e isso faz diferença, pois deixa de causar alguns problemas que outros AHA’s de fácil absorção podem causar. Por isso, pode ser utilizado em qualquer fototipo de pele.

Ácido salicílico.

O ácido salicílico, por outro lado, é um beta hidroxiácido esfolia o tecido e os poros profundamente, sem provocar irritação cutânea. Com propriedades esfoliantes e seborreguladoras, ativa a renovação celular da pele, remove as células mortas e estimula a produção das células novas, bem como reduz as imperfeições.

Ácido pirúvico.

Um ácido alfa-ceto com função queratolítica, ou seja, com potencial de renovação celular. Ideal para tratamentos que estimulem a produção de colágeno e elastina. Ação seborreguladora e antimicrobiana.

Gluconolactona.

A Gluconolactona é poli hidroxiácido derivado de um açúcar encontrado na pele. Em cosméticos, age como um esfoliante químico e antioxidante. Possui potencial hidratante e pode ser aplicado em protocolos de rejuvenescimento de pele, tratando linhas de expressão e rugas.

A gluconolactona também pode ser inserida em produtos para limpeza de pele e para tratamentos de acne.

Tratamento com microagulhamento para rugas.

Microagulhamento para rugas e linhas de expressão.

Agora, você vai conhecer o passo a passo para realizar o tratamento de rejuvenescimento, utilizando microagulhamento associado a um blend de ácidos.

Passo 1.

Aplique a Emulsão de Limpeza Buona Vita no rosto, com auxílio de um algodão. Remova toda a maquiagem.

Passo 2.

Aplique o Sabonete Líquido Buona Vita em toda a região de tratamento, e faça movimentos de saponificação. Remova toda a sujidade e retire o produto com bandelete umedecida.

Tratamento.

Passo 3.

Aplique o SR1 Skin Reveal Buona Vita, com auxílio de uma gaze e movimentos de esfregaço em todo o rosto.

Passo 4.

Aplique o SR4 Skin Reveal Buona Vita na região de tratamento. Faça uma camada abundante e homogênea, deixando agir por 10 minutos e remova com bandelete umedecida.

Passo 5.

Aplique o Higisystem Buona Vita em toda a região de tratamento com auxílio de algodão. Prepare a pele com o efeito antisséptico.

Passo 6.

Realize a técnica de microagulhamento 0,5mm em todo o rosto ou de forma pontual, na região de tratamento.

Passo 7.

Aplique o SR3 Skin Reveal Buona Vita, 3 gotas por região. Não remova o produto. Deixe descansar por 10 minutos.

Libere a cliente com o produto e oriente a permanecer com o mesmo aplicado por 2 a 6 horas, dependendo do biotipo da pele. Após esse tempo, oriente a cliente a remover o produto com água abundante.

Frequência do tratamento.

Repita este tratamento 1 vez por semana, até completar 10 sessões.

Manutenção diária.

Posteriormente, oriente a cliente para que ela aplique o SR3 Skin Reveal Buona Vita, 1 gota para cada região de tratamento, todas as noites. Remova no dia seguinte.

Enfatize a necessidade da aplicação do protetor solar 24 horas. Aplique o Solar Hidra Active Buona Vita após o microagulhamento e duas vezes ao dia.

Objetivo do tratamento.

Este protocolo tem como objetivo aliviar as marcas do tempo do rosto, como rugas e linhas de expressão. Uniformizar o tom da pele também é um dos principais propósitos do tratamento.

Ácido tranexâmico e microagulhamento para melasma.

23/09/2019

Ácido tranexâmico com microagulhamento para tratar melasma.

O melasma é uma alteração inestética que pode surgir na pele por várias razões, e afetar a autoestima de muitas pessoas. Entretanto, existem formas de tratamento para melasma muito eficientes. Estudos recentes apontam que o ácido tranexâmico é um excelente ativo para tratamento de melasma.

O que é melasma?

O melasma é um tipo de mancha de pele, que pode acontecer por diversos fatores. Essa hiperpigmentação é uma produção excessiva de melanina, a proteína que dá coloração à pele, e protege o DNA da radiação ultravioleta.

A hiperpigmentação acontece devido a uma relação entre uma enzima chamada plasmina, e fatores externos e internos. Elementos como a luz solar ou hormônios são responsáveis pela ativação do plasminogênio. Esta ativação resulta na melanogênese, ou seja, uma maior produção de melanina em certos pontos da pele.

O melasma pode conter uma coloração amarronzada, e não costuma ter um formato definido, adotando uma aparência bastante irregular.

Existem algumas razões para o aparecimento do melasma. As principais razões que ocasionam o surgimento desta mancha são:

. Genética.

. Exposição ao sol.

. Luz visível, proveniente da tela de celulares, computadores, televisores, etc.

. Disfunções hormonais, pílulas anticoncepcionais ou gravidez.

. Estresse e ansiedade.

O melasma surge principalmente na região do rosto, na testa, nas maçãs do rosto, lábio superior ou queixo. Mas as manchas podem também aparecer em outras regiões do corpo, como braços, mãos, colo e pescoço. Pelas regiões afetadas, já podemos perceber que a exposição solar tem um grande papel no aparecimento do melasma.

Sendo menos frequente em homens, o melasma afeta majoritariamente as mulheres entre 20 e 50 anos.

O melasma não possui cura, mas possui tratamento para controle. É interessante que se busque tratamentos logo, pois a mancha pode aumentar e afetar mais a autoestima e as relações sociais das pessoas.

O que é o ácido tranexâmico?

O ácido tranexâmico já é, há algum tempo, utilizado na medicina como um controlador de sangramentos. Mas recentemente, foram encontradas outras funções para este ácido.

O ácido tranexâmico age diretamente na transformação do plasminogênio, inibindo a sua ativação. Quando isso acontece, o plasminogênio não libera as substâncias responsáveis pela melanogênese, e as manchas são tratadas e prevenidas.

Sendo assim, o ácido tranexâmico é eficiente na prevenção das manchas causados pelos raios solares UV. Isso por que os raios solares são um dos responsáveis pela ativação do processo inflamatório que resulta na mancha. A mesma coisa acontece com os melasmas que acontecem devido à alteração hormonal.

O ácido tranexâmico também pode ser utilizado para o tratamento de olheiras. As olheiras, quando não causadas por cansaço, são causadas pela hemossiderina. Ou seja, os vasos capilares na região dos olhos estão fragilizados e acontece o extravasamento sanguíneo, que causa a pigmentação conhecida por olheiras. O ácido tranexâmico age na região, impedindo a hemossiderina.

Além de todos estes fatores, o ácido tranexâmico ainda possui outro fator a seu favor: potencial anti-idade. Assim, este ácido também pode ser usado para tratamentos de rejuvenescimento.

Ácido tranexâmico + microagulhamento.Microagulhamento com ácido tranexâmico.

O ácido tranexâmico é eficiente para o tratamento de melasma, devido ao seu potencial de evitar a melanogênese. Mas o seu tratamento pode ter resultados ainda mais satisfatórios.

O microagulhamento é uma técnica que utiliza um equipamento com pequenas agulhas para realizar fissuras minúsculas na pele.

Essas fissuras pequeninas abrem caminho para que os ativos cheguem em maior quantidade até o local de tratamento.

Sem o microagulhamento, parte do ativo fica pelo caminho, nas camadas da pele. Portanto, o microagulhamento leva o ativo em uma camada mais profunda. O nome desse efeito é drug delivery.

E já que tocamos nesse assunto, é necessário frisar que o profissional precisa tomar cuidado com o que utiliza na pele de seu cliente. Por isso, recomendamos que sempre preste atenção aos ingredientes em seus cosméticos, principalmente quando são aplicados juntos a um procedimento invasivo como o microagulhamento.

Por isso, evite o óleo mineral, os parabenos, a parafina e o propilenoglicol. Utilize apenas cosméticos com bases biocompatíveis e livres de xenobióticos, e a pele de sua cliente reagirá de uma forma melhor.

Portanto, a associação da técnica de microagulhamento com a aplicação do ácido tranexâmico apresenta resultados ainda melhores do que apenas a aplicação do ácido.

Onde encontrar ácido tranexâmico.

Sérum com ácido tranexâmico para melasma.

Na coleção de produtos da Buona Vita, você pode encontrar o ácido tranexâmico no sérum SR2, da linha Skin Reveal.

Esta é uma linha de peeling químico e peeling enzimático, com uma seleção de produtos que carregam 58% de ácidos em sua composição.

O SR2, além do ácido tranexâmico, também possui outros 2 ativos importantes: ácido kójico e ácido láctico.

Ácido kójico.

O ácido kójico é um ácido natural de origem fúngica, com ação antioxidante e despigmentante, que age minimizando a formação da melanina.

Ácido láctico.

O ácido láctico é um ácido orgânico, que inibe a síntese da melanina, sendo efetivo no tratamento do melasma e de manchas. Também possui potencial rejuvenescedor.

Tratamento para melasma com ácido tranexâmico e microagulhamento.

Conheça agora o passo a passo para o tratamento de melasma, associando o ácido tranexâmico e o microagulhamento.

Passo 1.

Aplique a Emulsão de Limpeza Buona Vita no local de tratamento e remova com o auxílio de um algodão.

Passo 2.

Use o Sabonete Líquido Buona Vita em todo o local de tratamento e faça movimentos de saponificação. Remova as impurezas da pele.

Passo 3.

Aplique o SR1 Buona Vita. Essa solução desengordurante reduz a barreira cutânea e prepara a pele para os próximos passos. Com auxílio de uma gaze, realize movimentos de esfregaço em toda a região de tratamento.

Passo 4.

Chegou a hora de aplicar o SR4 Buona Vita, uma máscara clareadora cremosa com ativos para remoção de células mortas. Faça uma camada homogênea e deixe agir por 10 minutos. Remova com um bandelete umedecido.

Passo 5.

Aplique o Higisystem Buona Vita em toda a região de tratamento, com auxílio de um algodão.

Passo 6.

Realize a técnica de microagulhamento, de tamanho 0,5 com efeito drug delivery em toda a face ou região de tratamento.

Passo 7.

Aplique 3 gotas do SR2 Buona Vita por região de tratamento. Deixe absorver por 10 minutos.

Libere a cliente e oriente para que ela permaneça com o produto por 2 a 6 horas, dependendo do tipo de pele. Após este tempo, ela poderá remover o produto com água abundante.

Este tratamento deve ser aplicado pelo menos 1 vez por semana.

Em casa, a cliente pode aplicar 1 gota em cada região de tratamento antes de dormir, e remover no outro dia, pela manhã.

Recomende que faça a aplicação do protetor solar 24 horas, 2 vezes ao dia.

Quero receber esse estudo.

Disponibilizamos os nossos estudos, para que você tenha acesso a tudo que sabemos sobre esse novo tratamento. Quer receber o estudo sobre tratamento de melasma com ácido tranexâmico e microagulhamento? Mande um e-mail para sac@buonavita.com.br e peça o seu. Logo, enviaremos para o seu e-mail. Aproveite.

Tratamento para estrias com Fatores de Crescimento.

16/09/2019

Tratamento para estrias com fatores de crescimento.

Conheça esse eficiente tratamento para estrias.

Dentro da cosmetologia, os fatores de crescimento podem ser utilizados para diversos tratamentos estéticos, como para calvície, cicatrizes de acne, pós-operatório e outros. Dentre todos estes, talvez o mais conhecido seja o tratamento para estrias.

Como funcionam os fatores de crescimento?

Também conhecidos como GF (Growth Factor), os fatores de crescimento são grupos de proteínas que já estão em nosso corpo, e eles possuem funções importantes no nosso tecido. Agindo diretamente nas células, os fatores de crescimento são responsáveis pela reparação celular e a regeneração do tecido. Portanto, essas proteínas são capazes de potencializar a comunicação entre as células.

Quando sofremos uma lesão, como um corte na pele, acontece uma interrupção de células que antes estavam conectadas. Os fatores de crescimento aceleram o processo de cicatrização pois forçam a comunicação entre as células que, no momento do machucado, foram separadas.

Assim, fica muito claro a indicação dos fatores de crescimento para momentos pós-operatórios, por exemplo.

Tratamento para estrias.

As estrias, tão temidas principalmente pelas mulheres, também podem ser tratadas com a aplicação de fatores de crescimento.

As estrias são lesões sofridas pela pele. Quando a pele sofre o que chamamos de estiramento, ou seja, ela é forçada a esticar mais do que aguenta, pequenas falhas aparecem.

As estrias atingem principalmente mulheres, devido à gestação, por que a pele da região do abdômen exige muito elasticidade nessa época.

Outros fatores que podem causar as estrias é o aumento brusco e repentino de peso, e a genética.

As estrias podem ser evitadas com uma hidratação profunda e mantendo a saúde da pele em dia. Cosméticos com ativos hidratantes e que fornecem maior elasticidade para a pele são muito bem-vindos.

No entanto, aqui vamos falar sobre o momento em que as estrias já apareceram na pele.

Existem dois tipos de estrias: as vermelhas e as cicatrizadas.

Estrias vermelhas.

Tratamento para estrias usando fatores de crescimento.

É o primeiro estágio da estria, e também o mais fácil de ser tratado. Como neste estágio, a estria ainda está em um processo inflamatório, é mais fácil de tratar e conseguir reverter todo o processo.

Aqui, a estria adota uma tonalidade vermelha ou roxa.

Estrias brancas.

As estrias brancas são as mais antigas, e que já alcançaram o processo de cicatrização. Como elas não apresentam mais um processo inflamatório, são mais difíceis de tratar, e o que pode ser alcançado é a melhora da aparência da pele.

Microagulhamento e tratamento para estrias.

Tratamento para estrias com microagulhamento. O tratamento com fatores de crescimento pode ser feito com aplicação de cosméticos tópicos. Mas os resultados serão potencializados se os ativos alcançarem camadas mais profundas da pele. E é aí que entra o microagulhamento.

O microagulhamento é uma técnica que utiliza um equipamento com microagulhas sobre a área de tratamento. Esta técnica pode ser utilizada para dois objetivos.

As microagulhas causam pequenas fissuras na pele, que precisa se regenerar para cobrir estas microlesões. Este processo, portanto, faz com que a pele produza mais colágeno e elastina, auxiliando no rejuvenescimento da pele.

As microagulhas também podem auxiliar a abrir caminho para camadas mais profundas da pele. Mas por que isso é importante?

Quando aplicamos um cosmético em nossa pele para tratar uma alteração inestética, a nossa pele absorve o cosmético. Mas parte do ativo de tratamento fica pelo caminho, não alcançando as partes mais profundas da pele. Enquanto isso, o microagulhamento cria um caminho até esta parte mais profunda, e uma quantia maior de ativos consegue chegar até o local de tratamento. Os resultados são mais eficazes e são notados mais rapidamente.

Tratamento para estrias com microagulhamento e fatores de crescimento.

O tratamento utiliza o microagulhamento e cosméticos com fatores de crescimento para reduzir ou melhorar a aparência da estria. Conheça o protocolo para tratamento de estrias.

1. Utilize o Sabonete Bio White.

O Sabonete Bio White indicado para todos os tipos de pele, acelerando a descamação natural da pele. Desobstrui os poros e remove as impurezas mais profundas.

Aplique na região de tratamento e deixe agir por 10 minutos. Enxágue após esse tempo.

2. Aplique o Clear Peel.

O Clear Peel é um fluido feito de ácido glicólico a 10%, combinado com ácido málico, cítrico e lático. Promove a renovação celular da pele.

Aplique o Clear Peel no local e deixe agir por 10 minutos. Remova com algodão.

3. Faça a higienização com o Higisystem.

O Higisystem é um fluido para limpeza e hidratação da pele com ação bactericida, indicado para a higienização pré-tratamento.

4. Chegou a hora do microagulhamento.

Deve ser deixado claro que, para aplicar o tratamento de microagulhamento, além da formação apropriada, é necessário ter o certificado do curso de microagulhamento.

Aplique o microagulhamento no quadrante de tratamento de acordo com a técnica.

5. Faça um blend de dois produtos.

Faça um blend dos produtos Ionto Bio Factor e do produto Ionto Bio Skin.

O Ionto Bio Factor proporciona regeneração tecidual, aumentando os níveis de colágeno e elastina. Provoca a indução da formação de novos capilares sanguíneos.

O Ionto Bio Skin auxilia em procedimentos estéticos faciais e corporais, melhorando a recuperação da pele, estimulando a cicatrização.

Aplique 3 doses de cada produto por quadrante de 10cm. Faça o blend e deixe a pele absorver.