5 motivos para usar protetor solar no inverno: por que a sua pele ainda precisa dele?

01/07/2019

por que usar protetor solar no inverno.

O protetor solar é muito importante em todas as estações. Entenda por que usar o protetor solar no inverno.

Você pode não acreditar, mas a sua pele ainda precisa de um protetor solar quando o inverno chega. Mesmo com o sol atrás das nuvens, os raios ultravioletas continuam chegando na pele. Mas você pode se beneficiar de outras qualidades de seu protetor.

Por que usar protetor solar no inverno?

No inverno, o sol pode sumir por alguns dias, se esconder em dias nublados. A temperatura abaixa e até esquecemos que ele existe às vezes. É normal esquecer de passar o protetor solar, e achar que em dias assim, o sol não faz mal para a pele. Um erro bem comum.

O sol no inverno pode fazer tão mal quanto no verão. Os raios ultravioleta são bastante prejudiciais, mesmo em dias chuvosos. E, mesmo que estejam menos intensos, podem fazer mal à sua saúde.

5 motivos para usar o protetor solar no inverno.

Razões para utilizar o protetor solar no inverno.

5 motivos para usar protetor solar no inverno.

Evita a descamação.

Uma das coisas mais gostosas do inverno é um banho escaldante para esquentar o corpo. Mas a água quente não faz tão bem assim para a nossa pele.

O calor excessivo, além de poder provocar oleosidade no couro cabeludo e no rosto, pode também ressecar a pele. A água muito quente remove a proteção da pele, que são as células mortas, como a queratina.

Por isso, a pele pode descamar e se tornar oleosa. Com o protetor solar oferecendo hidratação para a pele, evitando a descamação e a desnutrição do tecido.

Flacidez, rugas e envelhecimento.

Com o tempo, a nossa pele perde a elasticidade, e se torna flácida. Essa flacidez gera as famosas rugas na pele. Este processo pode ser potencializado pelo frio, que agride e resseca o nosso rosto.

Ainda a nossa pele pode sofrer danos da luz visível, aquela luz proveniente de televisores, celulares e computadores. A luz visível ocasiona o fotoenvelhecimento, deixando a pele com maior número de manchas e aspecto envelhecido.

O protetor solar favorece a produção de colágeno da pele, reduzindo os danos do envelhecimento precoce e auxiliando para uma pele jovem e saudável.

Câncer de pele.

Por muitos, o protetor solar é conhecido como o melhor cosmético do mundo. E o motivo disso é muito simples: ele previne o câncer de pele.

Os cuidados para prevenção do câncer de pele devem ser diários, e não somente no verão. Mesmo que o maior número de raios solares esteja presente no verão, eles também chegam até a pele no inverno.

Uma outra observação que deve ser feita é a de que os cuidados não devem se limitar apenas ao nosso rosto. Portando, o protetor solar deve proteger a maior parte do corpo que fica exposta além do rosto, como pescoço, mãos, braços e colo.

Tonalizante.

Se você é daquelas que gosta de estar bonita em qualquer época, um BB Cream pode ser a melhor opção para você. Utilize protetores solares que possuam uma base para o seu rosto, um tonalizante. Assim, além de proteger a pele e prevenir o envelhecimento precoce, você continua linda sempre.

Chocolaterapia: tratamento com chocolate na gravidez.

24/06/2019

Chocolate para gestante na estética.

Spa com chocolate na gravidez.

Após alguns meses de gestação, é normal e esperado o corpo da mulher mudar, o que pode resultar em bastante estresse. Pode ser interessante buscar atividades prazerosas e relaxantes, e nada melhor do que aproveitar um tratamento com chocolate na gravidez.

Alterações estéticas em gestantes.

A gestante já sabe que elas vão aparecer, mas ninguém gosta quando elas chegam de verdade. Com a mudança do corpo, a movimentação dos hormônios e o estiramento da pele, a elasticidade e a autoestima são postas à prova.

As principais alterações corporais esperadas em gestantes são as seguintes.

Estrias.

 

Estrias são uma alteração inestética comum.

Estrias são comuns em gestantes.

As fibras de colágeno e elastina são o que mantém a pele firme e elástica, com aparência jovial. As estrias aparecem quando a pele exige mais elasticidade do que pode oferecer. Assim, acontecem as rupturas do colágeno e elastina.

No princípio são vermelhas ou roxas, se tornando brancas com o tempo, quando são consideradas já cicatrizadas. As estrias são mais simples de tratar quando estão no início do processo, mas o ideal é que não chegue a isso.

Para evitar estas lesões que costumam se apresentar pelo sexto mês de gestação, o que deve ser feito é a hidratação da pele. Assim, as fibras de colágeno e elastina terão resistência para aguentar o estiramento da pele sem sofrer rupturas.

Flacidez.

Pode vir acompanhada das estrias ou não. O que importa é que ela incomoda, mas é possível evitar a flacidez mesmo durante e após a gestação.

A flacidez pode afetar diversas partes do corpo da gestante, e não apenas o abdômen, como é de se esperar. Mesmo após o parto, ela pode se instalar nas coxas, braços, glúteos e mamas.

Para evitar a flacidez, a pele deve se manter hidratada, principalmente nessa época da vida da mulher. Outra opção que pode auxiliar a evitar a flacidez, é a nutrição da pele. Aplicar oligoelementos para que estes possam enriquecer a síntese de colágeno e elastina é uma boa ideia.

Estresse.

O estresse está muito relacionado à alterações como espinhas, estrias e outras.

O estresse pode causar alterações inestéticas.

Ok, sabemos que o estresse não é uma alteração inestética, mas ele pode estar relacionado com algumas delas. Em momentos de grande agitação, o nosso organismo libera cortisol. Este hormônio é liberado quando praticamos atividade física, por exemplo. Mas não precisa ser apenas com movimento físico para que o corpo libere o cortisol. Momentos de estresse também intensificam a liberação desse hormônio. O problema é os efeitos que o cortisol têm sobre a nossa aparência, mesmo que indiretamente.

O cortisol é o que nos dá energia para correr em um momento de medo, por exemplo. Para que isso aconteça, ele libera maiores quantias de açúcar em nosso corpo, para que tenhamos energia. Porém, como não é em todo momento de estresse que precisamos sair correndo por aí, o açúcar fica acumulado no organismo. E é aí que pode acontecer a glicação.

A glicação nada mais é do que a fusão de uma proteína com um carboidrato. Nesse caso, é a fusão do colágeno com o açúcar. Quando isso acontece, a fibra de colágeno endurece, e não possui mais a capacidade de oferecer elasticidade para a pele. Por isso, o estresse pode estar relacionado à flacidez, por exemplo.

O bem-estar é necessário para que a mulher possa viver uma gestação tranquila e feliz. De quebra, ainda evita ganhar alterações inestéticas causadas pelo estresse, e diminui a chance de propagar radicais livres.

Chocolaterapia: cacau e estética para gestantes.

A gestante pode receber um tratamento de chocolaterapia.

Como chocolate pode fazer bem para a gestante?

Como resistir, não é verdade? Todos possuímos um ponto fraco, e para muitas pessoas, o chocolate é o ponto fraco. A ideia da chocolaterapia é estimular as sensações através dos sentidos. Paladar, olfato, tato, audição e visão deverão ser ativados neste protocolo premium.

Ao mesmo tempo em que este atendimento estimula o bem-estar e o relaxamento, também realiza um tratamento estético. Isso acontece por que o cacau possui nutrientes muito importantes para a nossa pele.

Deve ficar claro que o cacau que falamos é o in natura, ou seja, não o chocolate processado.

Magnésio.

Poucos sabem, mas este mineral é muito necessário para o bom funcionamento de nosso corpo, e para ter uma pele bonita também. O magnésio que o cacau carrega auxilia no equilíbrio da pele e na redução de inflamações. Ele ainda realiza o reparo tecidual das células, e protege dos radiciais livres, evitando o aparecimento de rugas.

Ferro.

Quem nunca ouviu a mãe dizer que precisamos comer ferro para ficarmos mais fortes? Com a nossa pele, é assim também. Com a falta de ferro em nosso organismo, a epiderme não consegue proteger a pele com a eficácia necessária, e se torna fina, seca e com falta de elasticidade.

Assim, o ferro é essencial para que a pele se mantenha saudável e com elasticidade, evitando flacidez e estrias.

Antioxidantes.

O cacau, acima de todos os outros alimentos naturais, possui a maior quantidade de antioxidantes. Estes antioxidantes vão trabalhar contra os radicais livres e evitar o desgaste excessivo da elasticidade da pele, prevenindo as rugas.

Tratamento de Chocolaterapia.

A ideia deste tratamento é ultrapassar a ideia do protocolo, e fazer do atendimento uma experiência para a gestante. Pense no visual, nos sons e no sentido olfativo também.

Você pode utilizar um incenso de aroma leve (lembre que a gestante pode sofrer com enjoos) e uma música calma e relaxante.

Remova as impurezas.

Para que a pele possa melhor absorver os ativos, realize uma breve limpeza na região do tratamento. Utilize o Higisystem para realizar a higienização local com um algodão.

Cacau e Emulsão Drenante.

O cacau precisa de um veículo para ser absorvido pela pele. Separe uma cubeta com três colheres de sopa de Emulsão Drenante, da linha Gestar. A Emulsão Drenante é um produto profissional, seguro e idealizado para gestantes, e provoca uma sensação suave e sedosa na pele.

Adicione três colheres pequenas de cacau puro (não utilize o achocolatado), e misture até que fique homogêneo.

Aplicando.

Aplique suavemente na região do abdômen e oclua com papel-alumínio para que o efeito do cosmético com o cacau seja potencializado.

Surpreenda.

Como elemento surpresa, ofereça um chocolate do tipo amargo para que ela possa apreciar. Explique que o objetivo não é comer, mas saborear e deixar derreter na boca.

Hora de remover.

Após 30 minutos, retire o alumínio e remova o cacau e a emulsão, utilizando bandeletes umedecidos.

Para usar em casa.

Indique o Creme Extrafirmador, da linha Gestar, para que a mãe possa continuar o tratamento em casa. O Creme Extrafirmador contém DMAE e Raffermine, ativos que proporcionam hidratação profunda e auxiliam na prevenção das estrias e flacidez. O Creme Extrafirmador é dermatologicamente testado e 100% seguro para gestantes.

Quer saber mais sobre cremes para gestante usar em casa? Leia agora Gestantes: qual o melhor creme para hidratar a pele e evitar estrias na gravidez?

Câncer, cosméticos e hormônios: qual a relação entre os três?

17/06/2019

Câncer e os hormônios.

Qual a relação do câncer com os cosméticos?

O câncer está entre as doenças mais comentadas no século XXI. Chegou a um ponto em que todos conhecemos alguém que já fez ou está realizando tratamentos para câncer. Qual a relação do câncer com os cosméticos? Será que você consome produtos de empresas responsáveis?

Fatores de risco do câncer.

Há não muito tempo atrás, os especialistas acreditavam que o maior fator de risco para uma pessoa desenvolver um caso de câncer era 90% devido ao histórico familiar. Hoje, esse número diminuiu, e começamos a olhar mais para os nossos hábitos.

Os fatores epigenéticos são essenciais para entender como o câncer de desenvolve no organismo. Sabe-se que consumo de tabaco é um fator de risco alto, por exemplo. Uma dieta desregulada e obesidade também. O histórico familiar ainda é um fator de risco, embora tenha seu número reduzido para 5% dentro dos grandes fatores. E onde entram os cosméticos?

Para entendermos a relação do consumo do cosmético com o câncer, precisamos compreender o que é o câncer, como ele se forma e qual a sua relação com os hormônios.

Câncer é um conjunto de mais de 100 doenças, com uma característica em comum: o crescimento desordenado de células. Estas células costumam se dividir rapidamente e de forma agressiva, invadindo tecidos e órgãos. Assim, se formam os tumores, que podem se espalhar para outras regiões do organismo, em um processo chamado de metástase.

Qual a origem do câncer?

O câncer se forma através de uma mutação genética, uma alteração no DNA da célula. Esta célula doente passa a receber instruções erradas e a se multiplicar de forma acelerada, afetando outras células ao redor.

Para que uma célula saudável se torne cancerígena, ela precisa ser exposta ao agente cancerígeno por um longo tempo.

Existem alguns fatores que devemos prestar atenção. Estes fatores intensificam a transformação da célula saudável em uma célula cancerígena. Alguns exemplos são comportamentos alimentícios, excesso de gordura ou exposição prolongada a hormônios. Mas onde que os cosméticos entram nisso?

Cosméticos e os desreguladores endócrinos.

Sempre falamos sobre a importância de prestar atenção nos ingredientes dos cosméticos que você usa. Aplicamos estes produtos em nosso corpo, muitos sendo usados diariamente, e silenciosamente acumulamos muitas substâncias no organismo.

Um fator que pode transformar a célula saudável em cancerígena é a exposição prolongada a hormônios. E ingredientes presentes em grande parte dos cosméticos comuns, atuam no organismo exatamente como os hormônios. Assim, o uso de cosméticos que possuem desreguladores endócrinos tornam o organismo mais favorável ao câncer.

Parabenos.

Mesmo com a redução de cosméticos com parabenos no mercado, eles ainda são a maioria. Parabenos são conservantes, e têm a função de evitar a proliferação de bactérias ou fungos. São muito encontrados em cosméticos de todos os tipos, desde cremes até desodorantes. Mas os parabenos têm sido relacionados ao câncer de mama já faz alguns anos.

Isso se deve principalmente pelos parabenos estarem muito presentes em um número de marcas de desodorantes, que é usado justamente ao lado da mama. Inclusive, estudos sobre o câncer de mama indicam que a maior parte das células cancerígenas se encontram no quadrante superior lateral da mama, exatamente ao lado da axila onde aplicamos o desodorante todos os dias.

Os parabenos são desreguladores endócrinos, e agem como o estrogênio no corpo, fazendo com que as células fiquem expostas a uma maior quantidade do hormônio. Isso é potencialmente prejudicial para mulheres, que já possuem um nível maior desse hormônio no organismo naturalmente.

Os parabenos, alterando os hormônios, também são responsáveis por algumas alterações inestéticas como acne e celulite. E uma incoerência é tratar a alteração inestética com cosméticos com parabenos, que causam as próprias alterações, você não acha?

Por que as empresas ainda utilizam os parabenos?

Se os parabenos podem causar tudo isso, por que ainda são comercializados? Parabenos são mais baratos que outros conservantes do mercado, que elevam o valor da produção do cosmético.

A Buona Vita não utiliza parabenos, substituindo pelo phenoxyethanol, um conservante seguro que não prejudica a saúde e evita a proliferação de bactérias e fungos como qualquer outro.

Para evitar os parabenos, preste atenção no rótulo dos cosméticos. Procure por:

BUTYLPARABEN

CALCIUM PARABEN

ETHYLPARABEN

ISOBUTYLPARABEN

PROPYLPARABEN, entre outros.

BPA.

Não precisamos prestar atenção somente na composição do cosmético, mas no recipiente também. O Bisfenol-A é muito encontrado nos plásticos (principalmente nos transparentes), possui potencial cancerígeno. Por isso, foi proibido nas mamadeiras, devido ao risco que pode levar às crianças.

O BPA é utilizado na produção dos plásticos resistentes, e se comporta como o estrogênio em nosso organismo. Isso faz desta substância um desregulador endócrino. Seus efeitos no corpo podem ir de tumores em órgãos reprodutores, câncer de mama e câncer de próstata, e até causar até aborto.

É potencialmente perigoso principalmente no aquecimento do plástico, que libera a substância no produto. Porém, em um país como o Brasil, não há possibilidade de evitar o aquecimento da embalagem, que é transportada para diversos estados dentro de caminhões fechados, na estrada abaixo do sol.

O ideal é pararmos de consumir cosméticos e alimentos que possuam esta substância no plástico. Você também pode identificar o BPA nas embalagens.

Selos BPA e BPA free. Qual a relação entre câncer e os hormônios?

Saiba diferenciar as embalagens com BPA e as BPA Free.

Formaldeído.

O formaldeído, popularmente chamado de formol, é um composto criado através do metanol, com a função de conservante. Tem o objetivo de impedir o crescimento de microrganismos em cosméticos.

Não é de hoje que a Anvisa está de olho no formaldeído. Em cosméticos, por exemplo, é proibido a presença deste conservante em uma quantia acima de 0,2%.

É comum encontrar este ingrediente em esmaltes, géis de cabelo, produtos para alisamento do cabelo, xampus, desodorantes, enxaguantes bucais e também em cremes para o corpo. Inclusive, estudos relacionam a presença de formaldeído nos enxaguantes com o aumento de câncer de boca.

O formol é cancerígeno para pessoas e outros animais, e pode causar, além do câncer de boca, câncer de faringe, leucemia, entre outros.

Portanto, evite consumir produtos que possuam esta substância, mesmo que em pequenas quantidades. Procure por:

FORMALDEHYDE

PARAFORMALDEHYDE

BENZOGUANAMINE

TOSYLAMIDE e outros.

Você pode ver todas as substâncias nocivas em cosméticos em nosso site. Clique em https://www.buonavita.com.br/substancia-nociva-cosmeticos/p e faça o download. 

Página 2 de 8812345...102030...Última »