Potencializando resultados estéticos com gessoterapia

24/08/2017

A gessoterapia, também conhecida como lipoescultura gessada, é um tratamento estético realizado com ataduras gessadas, que são máscaras corporais fabricadas com gesso.

Tem o intuito de ocluir, drenar e modelar os locais a serem tratados, podendo ser aplicado em braços, pernas (região das coxas), abdômen e glúteos. Pode ser associado com cosméticos para potencializar os resultados.

O gesso é um grande aliado da estética. Por ser oclusivo e dérmico, ele absorve o calor liberado pelo corpo do cliente, fazendo com que ocorra a dilatação dos vasos sanguíneos, ativando a microcirculação e facilitando a penetração dos princípios ativos, mas é necessário ressaltar que o ativo cosmético deve ser aplicado diretamente sobre a pele, em vez de tê-lo no gesso.

Mas, também vale lembrar que é importante utilizar cosméticos com bases biocompatíveis, que não têm em sua formulação o óleo mineral, que é oclusivo e irritante à pele, e também livre de outros xenobióticos como os parabenos, os liberadores de formol, o propilenoglicol, entre outros.
A aplicação do gesso também estimula a drenagem de líquidos, auxilia na eliminação de toxinas, na oxigenação do tecido e na redução de processos inflamatórios. É indicado para tratamentos de redução de medidas, gordura localizada, celulite, flacidez, estrias e edema.

Confira o passo a passo de Gessoterapia:

1) Fazer a assepsia nas mãos do profissional e nas áreas de tratamento com Higisystem;

2) Fazer esfoliação com o Peeling nas regiões a serem tratadas e massageá-las com movimentos suaves e circulares até o produto formar grumos (rollings) e sair totalmente. Retirar os resíduos do produto com bandaletes ou lenços umedecidos;

3) Normalizar o pH com Loção Tônica;

4) Após avaliação da necessidade do cliente, realizar a massagem aplicando o produto cosmético necessário.

5) Preparar o cliente utilizando meia calça para facilitar a retirada posterior da atadura gessada;

6) Umedecer a atadura gessada. Para isso, segure-a na vertical, dentro de um recipiente, e despeje lentamente água por cima até umedecer por completo. Aguardar o excesso de água escorrer, para que a atadura não fique encharcada (sem pressionar);

7) Envolver o local a ser trabalhado. Aguardar aproximadamente 30 minutos e retirar tudo (a atadura gessada seca entre 08 a 12 minutos);

8) Para a retirada, utilize tesoura apropriada para cortar a atadura gessada;

9) Após a retirada da atadura gessada, faça a limpeza da área tratada com lenços ou toalhas umedecidas e aplique um cosmético de finalização de acordo com o tratamento que foi realizado.

Quer saber mais sobre Gessoterapia? Você pode adquirir o DVD Gessoterapia clicando aqui , ou ainda pode assistir a uma vídeo aula sobre macaquinho e collant de gesso aqui.

Dicas de cuidados para as gestantes

17/08/2017

Em homenagem ao dia da gestante, comemorado no dia 15 de agosto, listamos algumas dicas de cuidados super especiais para as futuras mamães

1 – Invista em proteção solar incluindo em seus cuidados diários o uso de protetor solar para prevenção de manchas na pele. Mas lembre-se de optar por produtos livres de xenobióticos (substâncias prejudiciais para o organismo, como óleo mineral, conservantes parabenos e liberadores de formol, e propilenoglicol).

2 – Para prevenir a presença de flacidez e estrias, escolha cosméticos com essa finalidade que estejam liberados para uso em gestantes, ou seja, que sejam livres das substâncias nocivas e formulados com ingredientes seguros e permitidos para uso durante a gestação. Sugestão de produto: Bio Lift

3 – Evite situações de estresse durante a gestação. Protocolos de bem-estar, realizado por profissionais de saúde estética especializados e preparados para atender esse público específico, são indicados para ajudar no relaxamento e para manter-se em equilíbrio.

4 – Pratique atividade física, de caráter leve, apropriada para o período gestacional em que se encontra, desde que não tenha nenhuma restrição médica e que seja feita sempre com acompanhamento de um profissional. Pode ser uma simples caminhada, hidroginástica ou alongamento, o importante é manter o corpo ativo.

5 – A alimentação deve ser balanceada, primando por alimentos saudáveis e que ofereçam nutrientes importantes para a saúde da mamãe e o desenvolvimento do bebê. Consulte um nutricionista.

6 – Realizar protocolos de drenagem linfática, com profissionais de saúde estética capacitados, ajuda a aliviar o inchaço e a sensação de peso nas pernas, típicos na gravidez, e também induz o corpo ao relaxamento. Indicação de produtos: Drain Active e Loção Masso Relax

E, o mais importante, faça o acompanhamento médico e consulte sempre o obstetra com relação às suas particularidades.

5 dicas para entender melhor os rótulos dos cosméticos

10/08/2017

Nas prateleiras e gôndolas de supermercados, farmácias e lojas de cosméticos há uma infinidade de produtos cosméticos com diversas finalidades, além de rótulos bonitos e coloridos, e fragrâncias e consistências para todos os gostos.

Porém, na hora de comprar esses produtos você lê os rótulos ou compra pela beleza da embalagem? E se lê, consegue decifrar tudo que está escrito nele?

A primeira questão a se saber é que todos os rótulos seguem padrões definidos pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e neles não devem conter indicações ou menções terapêuticas, não podendo induzir o consumidor ao erro, iludir ou ludibriar, e o fabricante ou importador (detentor do registro) deve garantir a veracidade das informações. A rotulagem também deve conter toda a indicação necessária referente ao produto como nome do produto, marca, número de registro, conteúdo, modo de uso, data de validade, entre outros.

E para te ajudar na escolha do melhor produto, preparamos 5 dicas para você entender os rótulos:

1. A lista de ingredientes é sem dúvida uma das coisas mais difíceis de se entender nos rótulos dos cosméticos. A nomenclatura dos ingredientes segue uma série de regras específicas adotadas mundialmente: o INCI Name, sigla para International Nomenclature of Cosmetic Ingredients. O INCI utiliza um sistema internacional de codificação não só para os ativos cosméticos mas para todos os ingredientes presentes nos produtos, mas não possui idioma específico, sendo baseados em nomes científicos, e tem a finalidade de simplificar e identificar os componentes. Quer conhecer alguns INCI Names? Clique aqui.

2. Ainda falando dos ingredientes é importante saber que geralmente os primeiros compostos são os que estão em maior quantidade, e estão dispostos em ordem decrescente. Ou seja, o primeiro INCI Name que aparece é o que está em maior concentração no produto, e o último, é o que está em menor concentração. Outro fato muito importante em se conhecer o INCI Name é a possibilidade de evitar comprar cosméticos com xenobióticos – substâncias que fazem mal para a pele e para o organismo (Para saber mais sobre xenobióticos leia: Xenobióticos: Toxidade X Resultados estéticos).

3. Os rótulos informativos de cosméticos também trazem a dosagem dos ingredientes, e isso faz toda a diferença, pois permite que o consumidor identifique a quantidade de cada princípio ativo, direcionando assim o tratamento de acordo com as características da alteração estética. Porém, esta ainda não é uma regra, e não são todos os rótulos que possuem essas informações, mas sem dúvida é um diferencial muito grande de empresas que se preocupam com o consumidor e que buscam atuar com respeito e transparência.

4. Outra questão que não podemos esquecer é ficar de olho na data de validade. Usar cosméticos vencidos pode acarretar em malefícios como alergias, manchas, irritação e sensibilização na pele, além de infecções mais sérias. Segunda a regulamentação da ANVISA o fabricante é obrigado a indicar para o consumidor onde se encontra o lote e prazo de validade. Estes devem ser informados na embalagem secundária (aquela caixinha que geralmente jogamos fora quando abrimos um cosmético) ou, caso não haja esta embalagem, diretamente na embalagem primária, aquela que comporta diretamente o produto. Usar produtos vencidos em clínicas de estética e salões de beleza é considerado infração sanitária. (Leia mais em “Fique de olho! Sempre confira a validade do seu cosmético).

5. E, por último, mas não menos importante, a identificação do PAO, sigla de Period After Opening ou, em português, período após aberto. É representado por um pote aberto com um número dentro, seguido da letra M (que significa mês). Este símbolo indica o tempo pós-aberto, em que o produto cosmético deve ser consumido. Por exemplo, se dentro do desenho tiver o número 12, isso significa que deve ser usado em até 12 meses após aberto. Vale ressaltar que mesmo que o PAO não tenha expirado, se o produto estiver vencido, não deve ser utilizado. Não há uma legislação nacional que obrigue o fabricante a informar o PAO, esse é mais um diferencial oferecido pelas empresas em benefício do consumidor.

Página 3 de 7212345...102030...Última »