Você mexe no celular ou na bolsa durante o atendimento estético?

21/03/2017

Fique de olho! Mexer no celular e na bolsa durante o atendimento estético pode ser perigoso pois oferece risco de contaminação

Basta dar uma olhadinha no Facebook e no Instagram para ver que muitas pessoas, dentre elas diversas famosas, tiram fotos com o celular durante os procedimentos estéticos.

Porém, o que muitos desconhecem, é que este aparelho, que está conosco em nossa rotina, é um reservatório de micro-organismos, muitas vezes nocivos à nossa saúde.

A superfície do telefone móvel se torna um ambiente favorável para o desenvolvimento de alguns tipos de bactérias e fungos, uma vez que elas se proliferam com a ajuda de resíduos e substâncias graxas encontradas nas nossas mãos, além do calor gerado pelo próprio aparelho.

Um estudo realizado pela Universidade de Londres compara o nível de contaminação dos celulares com os de tampas sanitárias e maçanetas de portas. As bactérias encontradas com mais frequência nesses aparelhos são as Escherichia coli, Enterococcus spp e alguns tipos de Staphylococcus, responsáveis por ocasionar diarreia, infecções e intoxicação alimentar, respectivamente.

Outro acessório bastante comum entre as mulheres, e que também pode carregar micro-organismos, é a bolsa. Muitas vezes por falta de um lugar adequado, são deixadas no chão ou em outros locais que podem estar contaminados.

Quando chegam à cabine estética, muitos pacientes colocam a bolsa em cima da maca, que está arrumada para o atendimento. Isso pode propiciar a proliferação de fungos e bactérias que estão no acessório, e pode acarretar danos à saúde, principalmente quando o protocolo é mais invasivo, pois a pele está lesionada, e assim, mais suscetível à contaminação.

O correto é pedir para o cliente guardar o celular durante o atendimento e ter um local apropriado onde ele possa guardar sua bolsa e outros acessórios. Desta forma, evita-se que os coloque em cima da maca ou outro local que possa sofrer contaminação.

Outra atitude muito importante é sempre fazer a correta assepsia das mãos, tanto do profissional quanto do paciente, bem como do local de aplicação do protocolo. Porém, essa higienização deve ser feita com produtos específicos contendo substâncias antissépticas, como por exemplo o chlorexidine. Também vale ressaltar a importância da utilização dos equipamentos de proteção, como luvas descartáveis, toucas, máscaras e óculos, de uso obrigatório em alguns protocolos.

 

Confira mais sobre biossegurança na estética aqui.

Fontes: Artigos
Contaminação bacteriana em telefones;
Contaminação de telefones celulares da equipe multiprofissional em uma unidade de terapia intensiva;
Contaminação microbiana de telefones celulares da comunidade acadêmica de instituição de ensino superior de Araguari (MG);
Contaminação microbiana de telefones celulares de acadêmicos de uma universidade do sul do Brasil;
Identificação e prevenção de microrganismos presentes nos aparelhos celulares de alunos e funcionários da universidade cidade de São Paulo.

 

Este material é de autoria de Buona Vita e está protegido sob a Lei de Direitos autorais. A sua reprodução total ou parcial é permitida, desde que na sua forma original sem qualquer tipo de adulteração ou alteração, sendo obrigatório a citação do nome do autor, sua obra e fonte de veiculação. O descumprimento destas condições ensejará ao infrator as penalidades cíveis e criminais cabíveis.

 

Qual o melhor cosmético para uso em eletroterapia?

16/03/2017

O uso de equipamentos de eletroterapia na estética ajuda a acelerar e potencializar resultados, mas você sabe se está usando o cosmético adequado? Confira a seguir

Nós já apresentamos aqui no blog algumas dicas de eletroterapia e de como o uso de equipamentos na estética podem ajudar a acelerar e potencializar os resultados dos tratamentos. (Se você não viu, confere aqui no link Eletroterapia: equipamentos que potencializam resultados)

Mas, tão importante quanto o uso da eletroterapia e do equipamento mais indicado para cada alteração inestética, é associar de maneira adequada o cosmético que atuará em sinergia para o tratamento estético em questão.

Para auxiliar os profissionais de saúde estética nessa tarefa a Buona Vita disponibilizou uma tabela super prática com indicações de uso para a utilização de produtos cosméticos da sua linha e equipamentos, com destaque para um detalhe muito importante sobre o momento da aplicação. Isso mesmo, na tabela o profissional pode conferir se o produto deve ser utilizado antes, durante ou depois do uso da eletroterapia, de acordo com a característica de cada procedimento em questão.

Confira a seguir:

Para download da tabela, clique em Tabela Produtos X Equipamentos 

Para conhecer os produtos da linha, acesse http://www.buonavita.com.br/produtos

Este material é de autoria de Buona Vita e está protegido sob a Lei de Direitos autorais. A sua reprodução total ou parcial é permitida, desde que na sua forma original sem qualquer tipo de adulteração ou alteração, sendo obrigatório a citação do nome do autor, sua obra e fonte de veiculação. O descumprimento destas condições ensejará ao infrator as penalidades cíveis e criminais cabíveis.

 

Melhore a permeação de ativos com a gomagem (esfoliação)

14/03/2017

Você já ouviu falar do termo gomagem da pele?

Pois bem, a gomagem é na verdade uma esfoliação, afinamento e emoliência da camada córnea da epiderme.

Esfoliar a pele resulta na eliminação de células mortas e na renovação celular, que, por sua vez, facilita que o tecido receba de forma mais efetiva os princípios ativos dos cosméticos que são aplicados por sobre ele.

Pode ser realizada antes de protocolos estéticos, com a finalidade de potencializar resultados, já que a permeação dos ativos é facilitada, mas também antes de bronzeamentos, de hidratação corporal, pós-verão para um bronzeado mais homogêneo, pré e pós a utilização de autobronzeadores e pré-depilação, para evitar a foliculite (pelos encravados).

Porém, não são todas as peles que estão preparadas para esta técnica. Não realize a gomagem em peles muito sensíveis ou sensibilizadas, com dermatites, dermatoses, infecções tópicas e com acne em fase inflamatória.

Para você que é profissional de saúde estética, confira o passo a passo para realizar a gomagem e acrescente essa técnica nos seus protocolos estéticos para potencializar resultados:

  1. Faça a assepsia, com Higisystem, das suas mãos e das mãos do cliente, bem como da área a ser tratada. Caso a gomagem seja feita em todo o corpo, lembre-se de também de passar o produto nos pés, axila e virilha do paciente.

  1. Aplique o Peeling mecânico em toda a área a ser tratada, mas por partes. Faça movimentos circulares até o produto formar grumos (rollings) e sair completamente. Retire com ducha, bandaletes ou toalhas mágicas umedecidas.

  1. Para regularizar o pH da pele aplique a Loção Tônica.

  1. Finalize a gomagem com a hidratação da pele. Você poderá usar o Óleo Flan ou Emulsão Nutritiva ou a Loção Hidratante, de acordo com a necessidade de cada cliente. Esses produtos também poderão ser utilizados home care, para a manutenção diária do procedimento, e deverão ser aplicados após o banho.

O tratamento pode ser feito uma vez por mês ou quando julgar necessário, conforme avaliação do profissional de saúde estética.

Colaboração: CIA – Centro e Instituto Internacional de Aprimoramento e Pesquisas Científicas – www.ciabv.com.br 
Este material é de autoria de Buona Vita e está protegido sob a Lei de Direitos autorais. A sua reprodução total ou parcial é permitida, desde que na sua forma original sem qualquer tipo de adulteração ou alteração, sendo obrigatório a citação do nome do autor, sua obra e fonte de veiculação. O descumprimento destas condições ensejará ao infrator as penalidades cíveis e criminais cabíveis.

 

Página 30 de 88« Primeira...1020...2829303132...405060...Última »