LED: luzes que embelezam

26/04/2016

O baixo custo e o fácil manuseio do LED aumentaram a procura desta eletroterapia nos centros e clínicas de estética. Totalmente segura e indolor, ela promove uma estimulação intracelular, com o poder tanto de estimular quanto de inibir certas atividades celulares, por isso, é um aparelho que abrange diversas indicações de tratamentos faciais e corporais. Na fotoestimulação, o LED promove aumento da circulação sanguínea local, trazendo maior nutrição celular; melhora na permeabilidade da membrana plasmática, aumentando assim a absorção de ativos; estímulo do sistema imunológico e da cicatrização; tratamento da alopecia, principalmente em estágio inicial; aumento da taxa de produção de fibroblastos e a síntese de colágeno e promove também a hidrólise, melhorando a firmeza dos tecidos. Já o efeito de fotoinibição ...

Continue lendo »