7 efeitos do estresse e cortisol na sua pele

27/01/2020

Efeitos do estresse e cortisol na pele.

O estresse e o cortisol podem ter efeitos negativos em sua pele.

– “Tudo bem?”

– “Mais ou menos. Ando meio estressado”.

Atire a primeira pedra quem nunca ouviu ou falou algo do tipo. 

O estresse está se tornando cada dia mais comum, e todos já vivenciamos algumas situações de estresse. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o estresse está entre os maiores problemas da saúde pública, e afeta cerca de 90% da população mundial. 

Em situações de estresse, o nosso organismo libera um hormônio, chamado cortisol. Esse hormônio é produzido de forma natural, porém em excesso pode causar alterações na pele.

 

Conheça 7 efeitos do estresse e cortisol na pele

O que o estresse faz com a pele

O estresse por si só pode provocar efeitos indesejáveis no corpo. Porém, quanto mais estresse, mais cortisol. E o hormônio também tem sua parcela de culpa no aparecimento de algumas alterações. 

Olheiras

Além do estresse, outros distúrbios psicológicos estão cada vez mais comuns na sociedade, como a insônia e a ansiedade. Esses distúrbios podem ser somados ou até mesmo relacionados um ao outro. O fato é que, quem está sobre constante estresse costuma ter dificuldades para dormir. 

O organismo precisa de 8 horas de sono para que se mantenha saudável, e com a pele não é diferente. Sem esse sono de beleza, é mais provável que apareçam olheiras profundas, denunciando o cansaço do corpo.

Envelhecimento de pele

O excesso de estresse aumenta a atividade de radicais livres na pele. Desse jeito, o efeito oxidativo entra em ação, facilitando a flacidez, rugas e linhas de expressão.

Acne e pele oleosa

Até mesmo as espinhas dão as caras quando você anda muito estressado. O cortisol e o estresse fazem com que as glândulas sebáceas trabalhem mais. Assim, a pele fica oleosa, brilhosa e com espinhas. 

Nesse caso, o melhor a se fazer é não espremer as espinhas, para evitar o agravamento da lesão ou que ela se torne uma cicatriz permanente. 

Herpes

A herpes é um vírus transmissível que pode ficar em silêncio por muitos anos. Segundo a Abril Saúde, estima-se que cerca de 90% da população tenha o vírus, mas ele apenas se manifesta em torno de 15% da população, devido ao sistema imunológico enfraquecido. 

Em épocas de muito estresse, como em provas da faculdade, pressão no trabalho ou problemas familiares, a imunidade abre uma brecha e a doença aflora. 

A herpes não é fatal em adultos, porém o paciente sempre deve tomar cuidado com o contágio, principalmente próximo de crianças. 

Dermatites e psoríase

Outras doenças de pele diretamente afetadas pelo estresse são as dermatites e a psoríase. Principalmente a dermatite seborreica, que aparece no rosto e no couro cabeludo, pode desencadear crises fortes. 

A dermatite seborreica e a psoríase não são fatais, e na verdade não oferecem nenhum risco à vida, porém provocam muita vergonha, que apenas gera mais estresse, piorando os casos. 

Urticária

Estresse pode causar urticária.

Em uma situação de estresse, você já teve uma sensação de coceira percorrendo o corpo? Essa é a urticária.

Com bolinhas vermelhas e podendo afetar áreas variadas do corpo, costuma ser desencadeada por estresse, temperaturas elevadas, picadas de inseto e outros fatores. 

Vitiligo

Vitiligo é uma doença genética, porém pode permanecer em silêncio por anos. É autoimune, ou seja, o organismo ataca as próprias células que produzem melanina e dão a cor à nossa pele. 

O vitiligo acontece em pessoas com pré-disposição genética, e pode ser desencadeado após um período de estresse intenso. 

Como evitar o estresse?

É quase impossível evitar momentos de estresse hoje em dia. Em algum momento, é provável que aconteça com qualquer um de nós. 

O que podemos fazer é tentar evitar o estresse intenso, e para isso, buscar adotar algumas atitudes. Lembrando que o estresse tem efeitos na pele, mas também efeitos na saúde, na autoestima e na qualidade de vida. 

Veja como você pode reduzir o estresse no seu dia a dia.

Durma bem

O cansaço e a insônia acabam com o dia de qualquer um. Por isso, sempre reserve aquelas horas preciosas para recuperar as energias. Desligue a televisão, deixe o celular bem longe da cama e, sem distrações, procure dormir por ao menos 8 horas por noite

Pratique exercícios físicos

Exercícios físicos e estresse

“Preciso me tornar um atleta para evitar o estresse?”. Não. 

Não precisa nem ter uma rotina fitness. Apenas praticar exercícios físicos com alguma frequência. Mas exercícios físicos fazem muito bem para o corpo e para o seu estado de espírito. 

Ao praticar uma atividade física, o corpo libera endorfina, o hormônio que provoca sensação de bem-estar. Assim, o nível de cortisol é reduzido.

Beba chás naturais

Você é uma criança e está de cama. Qual é a primeira coisa que sua mãe fala? “Vou fazer um chá”.

Mas os chás não servem apenas para curar resfriados e dores de garganta. Tomar os chás corretos podem auxiliar a reduzir o estresse. Experimente algum desses abaixo:

Camomila

Folha de maracujá

Capim-limão

Hortelã

Melissa

Organize-se

Essa dica é principalmente para quem sofre com a pressão do trabalho, nos estudos ou mesmo em casa, quando há muitas tarefas para fazer. 

Procure se organizar. Defina quais são as prioridades e comece daí. Fazendo uma coisa de cada vez, fica mais fácil saber qual é o próximo passo.

Faça terapia

Existem inúmeros benefícios de fazer terapia, e segundo os especialistas no assunto, todas as pessoas deveriam fazer. Portanto, um dos principais benefícios é que terapia ajuda a resolver problemas como o estresse e a ansiedade. Um profissional saberá exatamente como lidar com a sua situação. 

Faça meditação

Meditação contra o estresse.

A meditação é realizada em um local seguro e tranquilo, sem intervenções. Existem várias posições que você pode fazer meditação. A mais comum é sentado com as pernas cruzadas. 

O ideal é fechar os olhos, respirar pelo nariz e prestar atenção nessa ação. Essa prática amada por tantas pessoas tem o objetivo de “limpar” a mente, e deixar para fora todo o barulho e o estresse. 

Faça uma massagem relaxante

A massagem relaxante feita por um profissional traz benefícios físicos e mentais. Esse momento é apenas para você aproveitar e relaxar. Veja o que uma massagem relaxante pode fazer por você.

Alívio de dores musculares

Redução do cansaço

Melhoramento da circulação sanguínea

Redução da pressão arterial

Diminuição do estresse e da ansiedade, entre outros. 

Descubra a origem de seu estresse

De onde vem tanto estresse? Se você ainda não sabe, preste atenção no seu dia a dia. Você ficar estressado por causa do trabalho? São as provas da faculdade? É o relacionamento? Pode até ser uma parcela de cada uma dessas coisas.

Ao identificar de onde vem o estresse, fica mais fácil definir como resolver o problema.

 

Gostou desse texto sobre os efeitos do estresse na pele? Confira também o nosso e-book exclusivo e gratuito: o Guia Definitivo do Peeling. 

Ebook sobre Guia do Peeling

Escrever Comentário